Centro Faculdade Dehoniana - Taubaté

Cursos e Mestrados
Brasil Brasil
169 Mestrados e cursos Taubaté
Procurar
Faculdade Dehoniana
Taubaté (São Paulo)
Pe. João Leão Dehon

Patrono da Faculdade Dehoniana


Sociólogo, escritor, advogado e padre. Fundador da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus. Soube ouvir os gritos dos excluídos numa França cheia de desafios. Aprendeu a amar a Igreja. Fundou jornal e revista, publicou ...
Ver maisVer mais
Links
patrocinados
Histórico de cursos de Faculdade Dehoniana
Religião
Links
patrocinados
Pe. João Leão Dehon

Patrono da Faculdade Dehoniana


Sociólogo, escritor, advogado e padre. Fundador da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus. Soube ouvir os gritos dos excluídos numa França cheia de desafios. Aprendeu a amar a Igreja. Fundou jornal e revista, publicou diversos livros, escreveu inúmeros artigos e cartas.

João Leão Dehon nasceu no dia 14 de março de 1843, em La Capelle, ao norte da França. Na noite de natal de 1856 sentiu um forte chamado à vida sacerdotal. Porém seu pai sonhava com um “futuro brilhante” para o filho e não permitiu que fosse para o seminário. Em 1859, Leão Dehon terminou seus estudos secundários e passou, com sucesso, nos exames de bacharel em Letras.

Obediente à postura de seu pai, Leão vai para Paris onde estuda na célebre Escola Politécnica e simultaneamente matricula-se no curso de Direito. Em agosto de 1862, obtém a licença em direito e, em 1864, defende a tese de doutorado em Direito. Ao mesmo tempo em que estuda com afinco, Leão cultiva intimamente sua vocação, participando diariamente da missa.

Neste período Leão fez várias viagens: Inglaterra, Alemanha, Europa Central, Países Escandinavos, Suíça, Norte da Itália, Grécia, Egito e, finalmente, Terra Santa. Nesta última, sentiu a confirmação do chamado ao sacerdócio. Voltou e foi direto para Roma, aonde chegou no dia 14 de junho de 1865. Matriculou-se no curso de Filosofia e, em 1866, obteve o doutorado nesta matéria. Continuou seu itinerário acadêmico conquistando o doutorado em Teologia e em Direito Canônico.

Foi ordenado sacerdote no dia 19 de dezembro de 1868, na Basílica São João de Latrão, na presença de seus pais que aceitavam agora a vocação do filho. Sua primeira transferência foi para uma pequena e problemática paróquia, na cidade de São Quintino, França. Assumiu sua missão com ardor fundando um patronato (1872) e a Obra dos Círculos Católicos (1873). Fundou ainda um jornal, um círculo de encontros com patrões católicos e o Colégio São João.

Apesar de sua intensa vida acadêmica e pastoral, Pe. Dehon sentia que faltava algo em seu coração. Fundou, então, a Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus, no dia 28 de junho de 1878.  Dedicou-se, com sua congregação, ao debate da questão social. Foi um grande divulgador da Encíclica Rerum Novarum . Escreveu diversas obras sociais.
Pe. Dehon faleceu no dia 12 de agosto de 1925, aos 82 anos de idade. Suas últimas palavras foram: “Por Ele vivi, por Ele morro”.
Centro Faculdade Dehoniana São Paulo
Centro Faculdade Dehoniana São Paulo
Imagens da Faculdade Dehoniana:
Centro Faculdade Dehoniana São Paulo
Centro Faculdade Dehoniana São Paulo
Nova Busca
Procurar