Home > Instituições de ensino em Brasil > FAACS - Faculdade Anglo-Americano de Caxias do Sul

Informação

Pontuação global

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Professores
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Atendimento ao aluno
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Programa de ensino
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Material
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Instalações
5 Opiniões
Um pouco da História do Grupo Anglo-Americano

O Colégio Anglo-Americano foi fundado, em 1919, pela educadora inglesa Margareth Coney com a finalidade principal de atender às colônias inglesa e americana radicadas, na então Capital da República, a Cidade do Rio de Janeiro.

Embora fosse uma escola legalmente brasileira, havia uma forte predominância da língua inglesa em suas atividades escolares, o que facilitava a comunicação entre os estrangeiros e levava brasileiros a se tornarem fluentes nesse idioma.

Com o advento da 2ª Guerra Mundial, o Governo Federal proibiu a manutenção de nomes estrangeiros em instituições de ensino, o que obrigou a direção do colégio a alterar a designação original de British American School para Colégio Anglo-Americano.

Com o decorrer do tempo e após a morte da professora Coney, o colégio foi perdendo, gradativamente, o seu traço estrangeiro para adquirir um caráter integralmente brasileiro.

As décadas de 50 e 60 foram gloriosas para o Anglo-Americano, na prática esportiva, destacando-se, principalmente, nos “Jogos da Primavera”.

As décadas de 70 e 80, já sob a administração do Professor Ney Robinson Suassuna, representaram anos de grande expansão no plano nacional e internacional, por causa do caráter empreendedor e, ainda, pela adoção de práticas pedagógicas inovadoras.

Em 1976, o Colégio Anglo-Americano de Foz do Iguaçu, destinado à comunidade que participava da construção da Hidrelétrica de Itaipu, foi inaugurado. Nessa unidade educacional, o colégio chegou a reunir cerca de 16 mil alunos, no auge das obras de uma das maiores usina do mundo.

Em 1977 e 1978, foram criados, respectivamente, os colégios da Barra da Tijuca: um no condomínio de Nova Ipanema e outro na Avenida das Américas, além do primeiro colégio brasileiro instalado no exterior – a unidade de Basrah, no Iraque, para atender as famílias brasileiras que integravam a comunidade da Braspetro – Petrobrás Internacional S/A cujos técnicos faziam a exploração dos campos petrolíferos daquele país do Oriente Médio.

Datam dessa época, a instalação do Colégio Anglo-Americano Rio Mar e do Colégio Anglo-Americano Angra dos Reis, destinado à comunidade dos estaleiros Verolme.

Em 1981, foi criado o Centro Internacional de Estudos Regulares – CIER -, que assegura aos brasileiros radicados em qualquer parte do mundo a Educação Básica pela metodologia da Educação à Distância.

Dez anos depois, foi inaugurado, em prédio próprio, o Colégio Anglo-Americano do Paraguai, ocasião em que o então Presidente da República daquele país Andrés Rodriguez presidiu a solenidade do início das atividades escolares.

Em 2009, o Colégio Anglo-Americano de Resende inicia suas atividades, atuando, com o bilinguismo, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio.

Em 2010, uma nova unidade do colégio é inaugurada. Dessa vez, a cidade escolhida foi Volta Redonda.

O ensino superior surgiu, na Cidade do Rio de Janeiro, no início da década de 70, com a criação das Faculdades Integradas Anglo-Americano – FIAA, ocasião em que foi instalado o primeiro curso de Processamento de Dados do Brasil. Atualmente, estão autorizados pelo MEC os cursos de Sistemas de Informação, Letras, Pedagogia, Administração de Empresas, Secretariado Executivo, Informática, Relações Internacionais e Marketing.

Em Foz do Iguaçu, no Paraná, o Grupo Anglo-Americano de Educação Superior começou suas atividades em 2003. Nessa Cidade, fronteira com a Argentina e o Paraguai, os cursos de Administração, Tecnológico em Gestão de Comércio Exterior, Marketing, Relações Internacionais, Ciência da Computação, Normal Superior, Letras, Turismo, Fisioterapia, Farmácia, Ciências Biológicas, Tecnológico em Gerenciamento Ambiental, Tecnológico em Silvicultura, com ênfase em Manejo e Legislação Florestal, estão igualmente autorizados e/ou reconhecidos por portarias do MEC.

Em João Pessoa, na Paraíba, o Grupo mantém a Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba. Lá, a ênfase dos cursos está voltada para a área da saúde. Medicina, Fisioterapia e Nutrição são os cursos ministrados, atualmente. Na mesma capital, a faculdade Anglo-Americano de João Pessoa oferta os cursos de Psicologia, Farmácia e Enfermagem.

Em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, o Grupo Anglo-Americano de Educação Superior começou suas atividades em 2007. São oferecidos os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Relações Internacionais, Tecnológico em Gestão de Comércio Exterior, Marketing, Ciência da Computação, Turismo, Tecnológico em Redes de Computadores, Tecnológico em Sistemas para Internet, além dos cursos Gestão de Recursos Humanos, Agronegócios, Gestão Hospitalar e Secretariado.

Em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, o Grupo Anglo-Americano de Educação Superior começou suas atividades em 2009. São oferecidos os cursos de Administração, Relações Internacionais, Ciências Contábeis, Sistemas de Informação, Pedagogia, Turismo, Comércio Exterior, Sistemas para Internet e Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

A Unidade de Chapecó, Santa Catarina, recentemente inaugurada, mantém de acordo com os critérios de infra-estrutura, corpo docente e organização didático-pedagógica preconizados pelo Ministério da Educação. Os cursos de Administração, Relações Internacionais, Ciências Contábeis, Sistemas de Informação, Pedagogia, Turismo, Comércio Exterior, Sistemas para Internet e Análise e Desenvolvimento de Sistemas foram autorizadospelo Poder Público.

A Unidade de Bagé, no Rio Grande do Sul, já está com todas as suas instalações preparadas, dentro dos critérios de infra-estrutura, corpo docente e organização didático-pedagógica preconizados pelo Ministério da Educação. Aguardando portaria de credenciamento, para iniciar suas atividades acadêmicas. A nova IES já recebeu os avaliadores do INEP que avaliaram in loco as condições de oferta, para os cursos de Administração, Relações Internacionais, Silvicultura, Ciências Contábeis, Agronegócios, Marketing, Comércio Exterior, Recursos Humanos, Sistemas de Informação, Sistemas para Internet e Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

De acordo com o Projeto Pedagógico Institucional e o Plano de Desenvolvimento Institucional, o Grupo Anglo-Americano de Educação Superior estará abrindo novas Unidades, no próximo quinquênio, em outros municípios brasileiros, querendo atingir, até 2015, dez unidades destinadas ao ensino superior.

O Grupo Anglo-Americano pretende ser uma referência, no ensino superior. Para tanto, está dotando todos os seus campi de infra-estrutura condizente com as exigências atuais do Ministério da Educação, a fim de possibilitar o oferecimento de cursos de bacharelados, licenciaturas, tecnológicos, de extensão universitária, de aperfeiçoamento profissional e de pós-graduação de real qualidade acadêmica. Para tanto, conta com o apoio de uma equipe dirigente experiente e profissional e, ainda, altamente qualificada.

Opiniões

Marcelino de Oliveira Adelar
Entre outras coisas, o nível dos estudo e dos professores é ótimo.

Graduação em Administração

Regina Spadeto
O curso no geral é razoável. Tem bons professores e infraestrutura satisfatória.

Graduação em Ciências Contábeis

Elisabete Melo
Minha formação é de 1990. De lá para cá, tenho realizado alguns cursos a distância de extensão.

Graduação em Administração

Maicon Rocha
Muito bom, perfeito!

Graduação em Ciências Biológicas

Afonso Silva
Foi um excelente curso.

Pós-graduação em Psicopedagogia

Histórico de cursos de FAACS - Faculdade Anglo-Americano de Caxias do Sul:

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |