Home>Graduação>Finanças>Belém - Pará>Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira - Belém - Pará - Pará
 

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira

Método: Presencial
Locais Disponíveis:
Loading...

Solicite informação sem compromisso
Faculdade Ipiranga

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira - Belém - Pará - Pará

Nome
Sobrenome
E-mail
Telefone de Contato
DDD Ex: 14
 
 
 
 
Teléfono Fijo Ej: 24344444
 
 
 
 
Estado
Cidade
CPF
Perguntas
Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a política de privacidade
* Campos obrigatórios

Em breve um responsável da Faculdade Ipiranga, entrará em contato contigo para mais informações.
Por favor, preencha todos os campos corretamente
Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira - Belém - Pará - Pará Comentários sobre Curso Superior de Tecnologia em Gestão Financeira - Belém - Pará - Pará
Objetivos:
Desenvolver competências associadas à utilização dos métodos e técnicas modernas na gestão dos recursos financeiros. Para tanto, desenvolverá competências dos alunos para o planejamento de ações financeiras, com a aplicação dos fundamentos e técnicas de gestão financeira.
Conteúdo:
Vagas iniciais:
Vespertino: 50
Noturno: 50
Carga Horária Total:
1.600 h/a

Duração do Curso:
2 anos

Perfil
O tecnólogo em Gestão Financeira será capaz de atuar na gestão do fluxo de Caixa da empresa, analisando investimentos, preparando e interpretando relatórios financeiros diversos. Também poderá desenvolver planejamentos estratégicos para gestão financeira, realizando análises e diagnosticando a situação econômica da organização.
Além disso, será responsável pelas operações tributárias, atentando para o cumprimento das exigências legais em vigência, e compreendendo os conceitos básicos de legislação os diferentes sistemas tributários. Em suma, este profissional aplica métodos eficientes para a organização de finanças e economia de empresas e organizações.

Sistema de Avaliação
ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO – FORMAS DE AVALIAÇÃO
DO ENSINO E APRENDIZAGEM

As formas de avaliação do rendimento escolar estão devidamente disciplinadas no regimento da Instituição, nos termos abaixo consignados:

•  A avaliação do desempenho escolar, parte integrante do processo ensino-aprendizagem, é feita por disciplina e incide sobre a freqüência e o aproveitamento escolar.

•  A freqüência às aulas e demais atividades escolares, permitida apenas aos matriculados, é obrigatória, vedado o abono de faltas;

•  Independente dos demais resultados obtidos é considerado reprovado na disciplina o aluno que não obtenha freqüência de, no mínimo, 75% (setenta e cinco por cento) das aulas e demais atividades programadas;

•   O aproveitamento escolar é avaliado através de acompanhamento contínuo do aluno e de seus resultados obtidos nas provas, exercícios, projetos, relatórios e demais atividades programadas em cada disciplina;

•  A avaliação de desempenho do aluno em cada uma destas atividades é feita, atribuindo-se uma nota expressa em grau numérico de 0 (zero) 10 (dez), com aproximação até décimos;

• A média de aproveitamento em cada disciplina corresponde à média aritmética das notas de aproveitamento que os professores atribuem aos alunos semestralmente, baseados em trabalhos escolares e exercícios práticos relacionados com o componente curricular lecionado ou com o treinamento recebido em campo;

• Faculta-se aos professores a formação das notas de aproveitamento com uma média aritmética, simples ou ponderada, de dois ou mais trabalhos, quer na forma de prova escrita, quer na forma de exercício por eles atribuídos aos alunos;

•  Ao aluno que deixar de comparecer às verificações de aproveitamento na data fixada, pode ser concedida prova substitutiva, desde que requerida no prazo de até 5 (cinco) dias da avaliação e/ou do evento referido;
•   É obrigatória a entrega, ao final do Curso, do Trabalho de Conclusão de Curso (monografia);
•  Atendida, em qualquer caso, a freqüência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) às aulas e demais atividades, é considerado aprovado na disciplina:I - Os alunos que obtiverem média de aproveitamento igual ou superior a 7,0 (sete), que neste caso ficam dispensados do exame final.II - Mediante exame, o aluno que, tendo obtido média de aproveitamento inferior a 7,0 (sete) e não inferior a 3,0 (três), obtiver final igual ou superior a 5,0 (cinco).
•  A média final do inciso II é a média aritmética entre a média de aproveitamento e a nota obtida no exame final;
•  O aluno é considerado reprovado na disciplina, se:I - A média de aproveitamento for inferior a 3,0 (três).II - A freqüência for inferior a 75%, caso em que a média final do aluno é zero.

•   A média final for inferior a 5,0 (cinco).
•  É promovido para o semestre seguinte o aluno aprovado em todas as disciplinas ou reprovado, no máximo, em 2 (duas) disciplinas;
•  O aluno não aprovado em até duas disciplinas por não ter alcançado a freqüência escolar mínima, ou a nota exigida, repetirá a disciplina, na forma de dependência, atendendo às exigências de freqüência e de aproveitamento estabelecidas pela Diretoria Geral;
•  A dependência pode ser ofertada em regime especial e pode ser desenvolvida na forma que for regulamentada pelo Conselho Superior.
Outro curso relacionado com Graduação de Finanças: