Home>Graduação>Farmácia>Ourinhos>Graduação em Farmácia - Ourinhos - São Paulo
 

Graduação em Farmácia

Método: Presencial
Locais Disponíveis:
Loading...

Solicite informação sem compromisso
FIO - Faculdades Integradas de Ourinhos

Graduação em Farmácia - Ourinhos - São Paulo

Nome
Sobrenome
E-mail
Telefone de Contato
DDD Ex: 14
 
 
 
 
Teléfono Fijo Ej: 24344444
 
 
 
 
Estado
Cidade
CPF
Perguntas
Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a política de privacidade
* Campos obrigatórios

Em breve um responsável da FIO - Faculdades Integradas de Ourinhos, entrará em contato contigo para mais informações.
Por favor, preencha todos os campos corretamente

Análise da Educaedu

Pablo Nieves
Graduação em Farmácia
  • Modalidade

    O curso é presencial no período noturno.

  • Duração

    A duração do curso é de 5 anos.

  • Certificado Oficial

    Bacharel em Farmácia é o título outorgado ao aluno.

  • Considerações

    O curso de Farmácia capacitará o aluno para que ao se formar ele seja capaz de atuar em farmácias, realizar análises clínicas e toxicológicas, desempenhar funções no setor industrial de medicamentos, cosméticos, alimentos, domissanitários e produtos químicos.

    De acordo ao estatuto do estágio, para se formar, o aluno deverá realizar 280 horas de estágio supervisionado a partir do sétimo semestre.

  • Preço do Curso

    Consultar preço.

  • Dirigido a

    O Bacharelado em Farmácia da Fio - Faculdades Integradas de Ourinhos oferece anualmente 100 vagas aos interessados.

  • Área de atuação

    A profissão é muito promissora, além de drogarias, farmácias de manipulação e hospitais. Este profissional também é muito procurado por indústrias farmacêuticas e de cosméticos.

  • Salário estimado

    O salário inicial de um farmacêutico é em torno de R$ 1.500.

Gostaria de saber mais sobre esse curso?

Graduação em Farmácia - Ourinhos - São Paulo Comentários sobre Graduação em Farmácia - Ourinhos - São Paulo
Objetivos:
A relação entre a população geral e o número de farmacêuticos para as regiões do Brasil, mostra que o Sudeste é a mais contemplada. No entanto, considerando-se a relação de habitantes do município de Ourinhos, a região Sudoeste do Estado de São Paulo e Norte do Paraná mostram insuficiência no número de profissionais qualificados. Esse quadro em particular dá origem a uma grande demanda de ingressantes para cursos de nível superior, demanda essa reprimida, a não ser para aqueles que possuem nível sócio-econômico elevado. Na região de Ourinhos e mesmo no Norte do Paraná, não existe o curso de Farmácia num raio aproximadamente de 80 km na cidade de Assis-SP e de 100 para as cidades de Bauru-SP, Marília-SP e Londrina-PR. Por outro lado a partir dos anos 90, com a aprovação do SUS, ampliou-se o campo de atuação profissional dos trabalhadores de saúde, exigindo a formação de mão-de-obra qualificada. A cidade de Ourinhos possui 33 farmácias; tendo também 8 estabelecimentos comerciais como farmácia de manipulação e 1 farmácia de manipulação municipal (pública). Além disso, a cidade conta também com 4 laboratórios de análises clínicas particulares e um laboratório de análises clínicas municipal. Assim, a abertura do curso irá contribuir, na região de Ourinhos e norte do Paraná, suprindo a demanda cada vez maior dos profissionais, na sociedade brasileira, que ocorre pela municipalização e implantação do Programa de Saúde da Família (PSF), como também, pela mudança do perfil epidemiológico da região e do próprio país que tendem a implementar a prevenção de doenças, bem como o cuidado com o diagnóstico e o tratamento, que passam a ser instrumentos essenciais na melhoria da qualidade de vida. A instalação do curso de Farmácia das Faculdades Integradas de Ourinhos foi idealizado, inicialmente, como um dos objetivos do Projeto de Desenvolvimento Institucional – PDI, elaborado e proposto pela Instituição no ano de 2002. Desde aquele momento histórico, onde a criação de 10 novos cursos foi proposta, sendo eles: Ciências Biológicas, Enfermagem, Medicina Veterinária, Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Normal Superior, Psicologia, Sistemas de Informação, Odontologia e Farmácia, até a presente data, estes cursos foram sendo instituídos e já se encontram acolhendo os alunos ingressantes com grande sucesso. O Curso de Farmácia está sendo ansiosamente aguardado pela comunidade de Ourinhos e região. A instituição do curso de Farmácia vem sendo discutida desde o ano de 2003, onde várias propostas de diretrizes pedagógicas de elaboração e construção do Projeto foram orientadas, sendo estas discutidas e articuladas coletivamente, junto com a comunidade acadêmica. As discussões sempre foram articuladas conjuntamente com vários setores da comunidade regional, procurando sempre congregar representantes de classes interessadas no contexto e voltadas ao empreendedorismo local. O mercado de trabalho do farmacêutico-bioquímico é bastante amplo e está em franca expansão em nosso país, não somente em decorrência do grande avanço tecnológico que as Ciências Farmacêuticas vêm incorporando das áreas da Química, Física, Computação e Biologia, como também quanto às novas diretrizes do Ministério da Saúde para o exercício da profissão farmacêutica. Dentre os vários locais de atuação do farmacêutico-bioquímico citam-se: farmácias comerciais (alopáticas, homeopáticas e de manipulação), hospitalares ou de serviços de saúde; indústrias de medicamentos, cosméticos, alimentos e produtos químicos; laboratórios de análises clínicas, toxicológicas e de saúde pública; órgãos públicos; universidades e institutos de pesquisa. O profissional farmacêutico-bioquímico, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, tem como alvo de atuação todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico e intelectual. Habilitado e capacitado ao exercício da profissão farmacêutica, o profissional poderá exercer atividades referentes aos fármacos e medicamentos alopáticos, homeopáticos e manipulados, às análises clínicas e toxicológicas, à produção, análise e controle de alimentos, à pesquisa científica e à vigilância sanitária, à área de cosmetológica e estética, pautado em princípios éticos e na compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade. Além disso, todo o caráter científico adquirido conjugado com espírito empreendedor e capacidade de trabalho em equipe multiprofissional, culmina na formação de um profissional diferenciado em seu ambiente de atuação. Na busca incansável pela qualidade superior de ensino, o projeto do curso de Farmácia das Faculdades Integradas de Ourinhos, propõe distanciar-se de práticas educativas tradicionais e fundamentar-se em pressupostos que assegurem ao futuro profissional uma postura acadêmica comprometida com a realidade social em que está inserido, tendo em vista as mudanças que se fizerem necessárias neste âmbito, buscando sempre o aprimoramento da atuação profissional, visto que este, quando formado estará inserido em ramo de atuação muito diversificado, interdisciplinar e dinâmico. A elaboração desta proposta está pautada nas proposições oriundas da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – Lei 9394/96, onde exige que cada instituição elabore e execute sua proposta pedagógica e que toda a comunidade participe da construção da mesma, bem como, na organização e operacionalização dos planos de estudos e de trabalho do professor; do Projeto de Desenvolvimento Institucional das Faculdades Integradas de Ourinhos, proposto junto ao Ministério da Educação e Cultura – MEC, apresentado em 2002, que tem por objetivo definir princípios para orientação das atividades de ensino, pesquisa e extensão da Instituição. A elaboração deste projeto pedagógico está orientado de acordo com as Diretrizes Curriculares aprovadas pela Secretaria de Educação Superior – SESu/MEC, Resolução CNE/CES n. 2 de 19 de fevereiro de 2002, publicado no DOU n. 42 em 4 de março de 2002. A proposta de instalação deste curso vem de encontro às proposições desta Instituição, que desde 1971, vem atendendo a população regional do Sudoeste Paulista e Norte de Paraná, com o compromisso de diminuir a exclusão dos menos favorecidos. O presidente e dirigentes desta Instituição tem como concepção a idéia que o ato de educar é um ato político, por estar comprometido com a formação do cidadão e sempre voltado para um tipo de sociedade mais justa, solidária, com o propósito de formar um cidadão mais participativo, responsável, compromissado, crítico e criativo. Assim é de grande valia a proposição deste curso, que vem a oportunizar a comunidade, promovendo uma maior inclusão da população local.
Diploma:
Graduação em Farmácia
Conteúdo:
PERFIL PROFISSIOGRÁFICO DO BACHAREL EM FARMÁCIA - FIO O Profissional formado nas FIO, deverá possuir uma formação generalista com competências e habilidades técnico-científica, ética e humanística, apto a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. O aluno das FIO, graduar-se-á Bacharel em Farmácia. Como bacharel, poderá desempenhar atividades na área de farmácia, análises clínicas e toxicológicas, enfrentar os desafios das modernas tecnologias no setor industrial de medicamentos, cosméticos, alimentos, domissanitários e produtos químicos. Nos componentes específicos da área de Farmácia, o egresso formado nas FIO terá como perfil esperado a atuação em todos os níveis de atenção a saúde, com base no rigor científico e intelectual; a capacitação ao exercício de atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas, e ao controle, produção e análise de alimentos, pautado em princípios éticos, e na compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade. A formação do farmacêutico-bioquímico deverá contemplar as necessidades sociais da saúde, a atenção integral da saúde no sistema regionalizado e hierarquizado de referência e contra-referência e o trabalho em equipe, com ênfase no Sistema Único de Saúde (SUS). Apesar do graduado receber uma formação que lhe atribui competências e habilidades para atuar em todo âmbito profissional, a flexibilidade curricular lhe possibilitará o desenvolvimento de algumas habilidades mais específicas no área de atuação do farmacêutico-bioquímico. O profissional formado será capaz de exercer as seguintes atividades: 1. Pesquisa e desenvolvimento de fármacos de qualquer origem; 2. Preparo de medicamentos magistrais e oficinais e cosméticos dentro das boas normas de manipulação em farmácia; 3. Dispensação e orientação de uso de medicamentos e correlatos; 4. Interpretação e avaliação de prescrições; 5. Atuação em órgãos de regulamentação e fiscalização nas áreas de sua competência; 6. Desenvolvimento e utilização de sistemas de orientação e informação farmacológica, toxicológica, prevenção de doenças e promoção de saúde; 7. Planejamento, administração e gestão de estabelecimentos farmacêuticos; 8. Participação na formulação de políticas de saúde e em especial de medicamentos; 9. Consultorias, assessorias e perícias relacionadas à área das Ciências Farmacêuticas; 10. Planejamento e execução de projetos de pesquisa científica; 11. Aplicação da metodologia científica e análise e interpretação crítica de artigos científicos; 12. Identificação dos diversos marcadores de diagnóstico, prognóstico e acompanhamento terapêutico; 13. Realização, interpretação e garantia de qualidade de análises clínicas e toxicológicas; 14. Avaliação de interferências de alimentos e medicamentos nos exames laboratoriais; 15. Orientação da escolha adequada do exame laboratorial para fins de diagnóstico das diferentes patologias incluindo intoxicações; 16. Desenvolvimento, produção e seleção de reagentes e métodos para análises clínicas e toxicológicas; 17. Gerenciamento, responsabilidade técnica ou exercício de funções especializadas em Laboratórios de Análises Clínicas e Toxicológicas e correlatos; 18. Orientação e capacitação de equipes de trabalho em laboratórios; farmácia e indústria. 19. Realização de perícias médico-legais; 20. Desenvolvimento, seleção e produção de insumos, fármacos sintéticos, recombinantes e naturais, medicamentos, cosméticos e correlatos; 21. Garantia e controle de qualidade de insumos farmacêuticos, medicamentos, cosméticos e alimentos; 22. Desenvolvimento e obtenção de produtos por processos biotecnológicos; 23. Avaliação das interações medicamento-medicamento e medicamento-alimento; 24. Gerenciamento, responsabilidade técnica ou exercício de funções especializadas em estabelecimentos industriais nas áreas relativas à profissão. 25. Atuação em homeopatia e medicina alternativa. 10.3 - Objetivos do curso Promover a graduação de um farmacêutico, dentro das seguintes propostas: 10.3.1- Proporcionar formação geral técnico-científica, ética e humanística e desenvolver habilidades para ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde tanto em nível individual quanto coletivo; 10.3.2 - Garantir, através da fundamentação teórica e técnica, uma base para ação competente e eficaz que os capacite a analisar situações, identificar problemas, planejar ações, elaborar e definir propostas de soluções no âmbito de sua atuação; 10.3.3 - Valorizar a prática como eixo organizador do currículo recebendo uma sólida formação básica que aborde as áreas de conhecimentos e habilidades fundamentais à formação profissional e acadêmica; 10.3.4- Promover a inserção do aluno nos cenários reais da atuação farmacêutica, e sua atuação de forma progressivamente responsável; 10.3.5 - Valorizar estratégias de ensino/aprendizagem que estimulem a participação ativa do aluno na construção do seu próprio conhecimento de forma continuada, desenvolvendo, através da reflexão e da metodologia científica, o espírito crítico; 10.3.6 - Desenvolver no profissional a competência para atuar e comunicar-se em equipe multidisciplinar, assumindo posições de gerência e liderança, de forma adequada à realidade no mercado de trabalho. O curso de Farmácia das FIO (Faculdades Integradas de Ourinhos), terá como objetivo formar o profissional farmacêutico-bioquímico, utilizando para isto, um currículo integrado e abrangente, voltado à uma visão generalista para as áreas múltiplas áreas de atuação deste profissional. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES DO BACHAREL EM FARMÁCIA 10.4.1 - Competências e habilidades gerais: O bacharel farmacêutico-bioquímico formado nas Faculdades Integradas de Ourinhos, terá desenvolvido após suas atividades discentes as seguintes habilidades e competências gerais: a) Atenção à saúde: os profissionais de saúde, dentro de seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção de enfermidades, promoção, proteção e reabilitação da saúde tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema de saúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo; b) Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais de saúde deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas. c) Comunicação: os profissionais de saúde devem mostrar habilidades de comunicação verbal e não verbal, escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação. Devem ser accessíveis a diferentes públicos com diferentes níveis de formação. A comunicação envolve comunicação verbal, não-verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação. d) Domínio da Informação: os profissionais de saúde devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. Devem zelar pela confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. e) Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais de saúde deverão estar aptos a assumirem posições de liderança, sempre tendo em vista o bem-estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz; f) Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativas, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde; g) Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágio das futuras gerações de profissionais, proporcionando condições para que haja benefício mútuo entre esses futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico-profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais. 10.4.2 - Competências e habilidades específicas: O bacharel farmacêutico formado nas Faculdades Integradas de Ourinhos, terá desenvolvido após suas atividades discentes as seguintes habilidades e competências específicas: a) respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional; b) atuar em todos os níveis de atenção à saúde, integrando-se em programas de promoção, manutenção, prevenção de enfermidades, proteção e recuperação da saúde, sensibilizados e comprometidos com o ser humano, respeitando-o e valorizando-o; c) atuar multiprofissionalmente, interdisciplinarmente e transdisciplinarmente com máxima produtividade na promoção da saúde baseado na convicção científica, de cidadania e de ética; d) reconhecer a saúde e condições dignas de vida como direitos e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema; e) conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos; f) desenvolver assistência farmacêutica; g) atuar na pesquisa e desenvolvimento de medicamentos; h) atuar em vigilância sanitária, órgãos de regulamentação e fiscalização do exercício profissional; i) atuar na avaliação toxicológica de medicamentos, cosméticos e alimentos; j) realizar, interpretar, emitir laudos e pareceres e responsabilizar-se tecnicamente por análises clínico-laboratoriais, dentro dos padrões de qualidade e normas de segurança; k) avaliar as interações medicamento/medicamento e alimento/medicamento; l) atuar em estudos de utilização de medicamentos, farmacovigilância e farmacoeconomia; m) atuar no desenvolvimento e operação de centros de informação de medicamentos e toxicológicos para pacientes, equipes de saúde, instituições e comunidades; n) atuar na dispensação de medicamentos e produtos para a saúde; o) participar na formulação, implementação e avaliação de políticas de medicamentos e de assistência farmacêutica; p) atuar na formulação e produção de medicamentos e cosméticos em qualquer escala; q) atuar na promoção e gerenciamento do uso correto e racional de medicamentos em todos os níveis do sistema de saúde, tanto no âmbito do setor público quanto do privado; r) desenvolver atividades de garantia da qualidade de medicamentos, cosméticos, processos e serviços onde atue o farmacêutico; s) atuar na pesquisa e desenvolvimento, seleção, produção e controle de qualidade de produtos farmacêuticos obtidos por biotecnologia e nanotecnologia; t) realizar análises físico-químicas e microbiológicas de interesse para o saneamento do meio-ambiente, incluídas as análises de água, ar e esgoto; u) atuar na pesquisa e desenvolvimento, seleção, produção e controle de qualidade de hemocomponentes e hemoderivados, incluindo realização, interpretação de exames e responsabilidade técnica de serviços de hemoterapia; v) gerenciar laboratórios de análises clínicas e toxicológicas; w) atuar na seleção, desenvolvimento e controle de qualidade de metodologias, de reativos, reagentes e equipamentos; 10.5 - Concepção – Proposta Pedagógica Como componentes específicos da área, o curso de Farmácia terá por objetivos: a) focar as habilidades e os saberes fundamentais da área para formação do profissional farmacêutico, considerando as Diretrizes Curriculares Nacionais, os conhecimentos que compõem o perfil profissional (incluindo questões sobre cidadania, ética e função social da profissão), as possibilidades da articulação teoria/prática e o desenvolvimento do processo pedagógico desejáveis para a formação na área da Farmácia; b) entender o processo de formação como parte do processo de educação permanente; c) pautar o processo de avaliação da área de Farmácia pela políticas setoriais de saúde, principalmente de medicamentos e assistência farmacêutica. d) investigar os conteúdos do curso por meio da exploração de níveis diversificados de habilidades e saberes em cada questão.

Últimas visitas ao cursoSolicitar informação à Instituição

Outro curso relacionado com Graduação de Farmácia: