Curso: Relatórios Financeiros - Online

Solicite informação sem compromisso FIPECAFI - E-Learning

Para enviar a solicitaçao você deve aceitar a Política de Privacidade

Comentários sobre Curso: Relatórios Financeiros - Online

  • Conteúdo
    Curso: Relatórios Financeiros.


    Professores Autores
    :

    Ariovaldo dos Santos, Bruno Salotti, Eric Martins, Fernando Dal Ri Murcia, Alvaro Ricardino, Camila Boscov, Fabiana Lopes, Joanília Neide de Sales Cia, Patricia dos Santos Vieira

    As mudanças introduzidas na contabilidade brasileira a partir de 2008 com a convergência das normas brasileiras de contabilidade às normas internacionais (IFRS) trouxeram um desafio muito grande a todos aqueles envolvidos com informações financeiras no país.

    A fim de atender a uma necessidade cada vez maior de formação e atualização nessa área, o Curso de Relatórios Financeiros em IFRS na modalidade eLearning da Fipecafi aborda as principais normas aplicáveis na elaboração e divulgação de Relatórios Financeiros que versam sobre temas como a Apresentação das Demonstrações Contábeis, Demonstração dos Fluxos de Caixa, Demonstração do Valor Adicionado, Demonstração Intermediária, dentre outros.

    A partir da exploração do texto da norma, inclui comentários e explicações em vídeo de professores especialistas nos temas, vídeos ou podcasts de outros especialistas, comparações da norma internacional (IFRS) com a brasileira (CPC), exemplos ilustrativos, atividades de retenção de conceitos e indicações de leituras complementares que podem ser explorados pelos participantes de forma assíncrona, garantindo-lhes grande flexibilidade na organização temporal e espacial.


    Público-Alvo:

    Profissionais de contabilidade, área financeira, controladoria e demais profissionais interessados na elaboração e compreensão das Demonstrações Financeiras harmonizadas com as IFRS.


    Pré-Requisitos
    :

    Requer conhecimento prévio em Contabilidade.


    Programa:

    Estrutura Conceitual

    1. Objetivo do Relatório Contábil-financeiro de propósito geral
    1.1. Performance financeira refletida pelo regime de competência
    1.2. Performance financeira refletida pelos fluxos de caixa passados
    2. Características qualitativas da informação contábil-financeira útil
    2.1. Características qualitativas da informação contábil-financeira útil
    2.1.1. Representação Fidedigna
    3. Estrutura conceitual para a elaboração e apresentação das demonstrações contábeis
    3.1. Continuidade
    3.2. Elementos das demonstrações contábeis
    3.3. Performance
    3.4. Reconhecimento dos elementos das demonstrações contábeis
    3.5. Mensuração dos elementos das demonstrações contábeis
    3.6. Conceitos de Capital e de Manutenção de Capital

    Apresentação das Demonstrações Financeiras (IAS 1 – CPC 26)

    1. Introdução
    2. Demonstrações Financeiras: finalidade e composição
    2.1. Apresentação adequada e conformidade com as IFRSs
    Contabilização por Regime de Competência
    Frequência de apresentação das demonstrações financeiras
    Informações comparativas
    3. Demonstrações Financeiras: estrutura e conteúdo
    3.1. Demonstração da posição financeira
    3.2. Demonstração do resultado abrangente
    3.3. Demonstração das mutações do patrimônio líquido
    3.4. Demonstração dos fluxos de caixa
    3.5. Notas Explicativas
    4. Diferenças entre a IAS 1 e o CPC 26 (R1)

    Políticas Contábeis, Mudanças nas Estimativas Contábeis e Retificação de Erros (IAS 8 – CPC 23)

    1. Políticas Contábeis
    1.1. Seleção e aplicação de políticas contábeis
    1.2. Consistência de políticas contábeis
    1.3. Mudanças nas políticas contábeis
    2. Mudanças nas estimativas contábeis
    3. Erros
    3.1. Limitações na apresentação retrospectiva
    3.2. Divulgação de erros do período anterior

    Evento Subsequente (IAS 10 – CPC 24)

    1. Eventos após o período de relatório
    2. Reconhecimento e mensuração
    3. Dividendos
    4. Continuidade operacional
    5. Divulgação

    Demonstração Intermediária (IAS 34 - CPC 21)

    1. Conteúdo de um Relatório Financeiro Intermediário
    1.1. Transações e eventos significativos
    1.2. Períodos para os quais devem ser apresentadas novas demonstrações financeiras intermediárias
    2. Divulgação nas demonstrações financeiras anuais
    3. Reconhecimento e mensuração
    3.1. Receitas recebidas sazonal, cíclica ou ocasionalmente
    3.2. Custos incorridos de maneira não uniforme durante o exercício financeiro
    3.3. Uso de estimativas
    4. Reapresentação de períodos intermediários anteriormente informados

    Divulgação sobre Partes Relacionadas (IAS 24 – CPC 05-R1)

    1. Finalidade das divulgações sobre Partes Relacionadas
    2. Divulgações para todas as entidades
    3. Entidades relacionadas a Governos

    Resultado por ação (IAS 33 – CPC 41)

    1. Mensuração
    1.1 Resultado básico por ação
    1.2 Resultado diluído por ação
    1.3 Ações ordinárias potenciais diluidoras
    1.3.1 Opções, bônus de subscrição e itens equivalentes
    1.3.2 Instrumentos conversíveis
    1.3.3 Ações emissíveis sob condição
    1.3.4 Contratos que podem ser liquidados em ações ordinárias ou em caixa
    1.3.5 Opções compradas
    2. Ajustes retrospectivos

    Os Efeitos das Mudanças nas Taxas de Câmbio (IAS 21 – CPC 02-R2)

    1. Moeda Funcional
    2. Investimento Líquido em uma operação no exterior
    3. Itens Monetários
    4. Apresentação de transações em moeda estrangeira na moeda funcional
    5. Uso de uma moeda de apresentação diferente da moeda funcional
    5.1. Conversão para a moeda de apresentação
    5.2. Conversão de uma operação no exterior
    5.3. Alienação ou alienação parcial de uma operação no exterior
    6. Efeitos fiscais de todas as diferenças de câmbio

    Demonstração dos Fluxos de Caixa (IAS 7 – CPC 03-R2)

    1. Apresentação e estrutura
    1.1. Divulgação dos fluxos de caixa de atividades operacionais
    1.2. Divulgação dos fluxos de caixa de atividades de investimento e financiamento
    1.2.1. Atividades de Investimento
    1.2.2. Atividades de Financiamento
    2. Casos específicos
    2.1. Fluxos de caixa em moeda estrangeira
    2.2. Impostos sobre a renda
    2.3. Aquisição e vendas de controladas e outras unidades de negócio
    2.4. Transações não envolvendo caixa
    2.5. Componentes de caixa e equivalentes de caixa
    3. Exemplos Avançados

    Demonstração do Valor Adicionado – DVA (CPC 09)

    1. Características
    2. Formação de riqueza
    2.1. Modelo I – Entidades Comerciais e Industriais
    2.2. Modelo II – Instituições de Intermediação Financeira
    2.3. Modelo III – Seguradoras
    3. Distribuição de riqueza
    4. Casos específicos
    4.1. Depreciação de itens reavaliados ou avaliados ao valor justo (fair value).
    4.2. Ajuste de exercícios anteriores
    4.3. Ativos construídos pela empresa para uso próprio
    4.4. Distribuição de lucros relativos a exercícios anteriores
    4.5. Substituição Tributária
    5. A importância da demonstração do valor adicionado (DVA)


    Início: Até 2 dias úteis após o pagamento.

    Prazo de conclusão: 2 meses (Período de acesso)

Outro curso relacionado com Finanças Empresariais

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços.
Se continuar navegando, aceita o seu uso.
Ver mais  |