Home > Graduação > Nutrição > Belém - Pará > Graduação Bacharelado em Nutrição - Belém - Pará - Pará

Graduação Bacharelado em Nutrição

Solicite informação sem compromisso CESUPA - Centro Universitário do Estado do Pará - Unidade Nazaré

Para enviar a solicitaçao você deve aceitar a Política de Privacidade

Análise do Educedu

Igor Moreira

Igor Moreira

Graduação Bacharelado em Nutrição

  • Modalidade
    Curso ministrado presencialmente.
  • Duração
    O curso tem duração de 4 horas.
  • Certificado Oficial
    Um diploma de Nutricionista é oferecido ao aluno na conclusão do curso. Considerações
  • Considerações
    A graduação em Nutrição oferecida pela CESUPA - Centro Universitário do Estado do Pará - Unidade Nazaré é ministrada na modalidade presencial. A missão desta formação é oferecer ao aluno conhecimentos relacionados a nutrição e alimentação como um todo. Durante o processo educativo desta graduação, o aluno vai estudar sobre como prescrever dietas, métodos de nutrição, controle de doenças relacionadas a dietas alimentares, perda e ganho de peso/massa muscular, além de estudos aprofundados em distúrbios ligados da má alimentação. O curso possui grade curricular direcionada ao estágio, facilitando a inserção do profissional no mercado trabalho.
  • Dirigido a
    Formação dirigida a alunos que possuam ensino médio completo.
  • Área de atuação
    O postos de trabalho estão em hospitais, restaurantes, ambiente escolar, consultórios dietéticos, centros de saúde.
Quer saber mais sobre este curso?
Solicitar informações

Comentários sobre Graduação Bacharelado em Nutrição - Presencial - Belém - Pará - Pará

  • Objectivos
    Objetivos Gerais:

    1. Formar profissionais capazes de reconhecer estruturas e processos orgânicos normais e patológicos e suas inter-relações com a alimentação e nutrição e atuar, integrado a equipes multidisciplinares, na promoção da alimentação saudável, na intervenção para manutenção ou recuperação do estado nutricional e de saúde de indivíduos e grupos populacionais.

    2. Oferecer conhecimentos sobre a composição, propriedades e transformações dos alimentos, métodos de processamento, higienização e conservação, visando maximizar seu aproveitamento pelo indivíduo e pela coletividade.

    3. Capacitar os futuros nutricionistas a identificar os agravos à saúde e nutrição de relevância epidemiológica e seus fatores determinantes, propor estratégias de intervenção no âmbito coletivo e atuar na formulação e condução de políticas e programas de saúde, nutrição e de segurança alimentar;

    4. Formar nutricionistas dotados de visão ética e humanística, capazes de articular seus conhecimentos técnico-científicos com o contexto político, econômico, social e cultural local, regional e nacional na busca da melhoria da saúde e nutrição da população.

    5. Formar nutricionistas capazes de planejar, implantar e administrar serviços de alimentação e nutrição na área clínico-hospitalar e junto a coletividades e áreas afins, imprimindo caráter educativo em todas as suas ações.

    6. Promover a integração entre a Instituição e a sociedade através da implementação de ações de interesse comum, privilegiando a inserção dos alunos e sua interação com a realidade local.

    A consecução desses objetivos será viabilizada de forma gradual e cumulativa ao longo do curso, numa relação direta com o desenvolvimento dos 08 (oito) períodos sucessivos de estudos, de acordo com os objetivos específicos por período, a seguir discriminados:

    1º Período: FUNDAMENTAÇÃO E INSTRUMENTAÇÃO

    Identificar estruturas celulares, tissulares e anatômicas, e os mecanismos de reprodução humana;
    Compreender as bases da economia e da ciência da nutrição, bem como os princípios fundamentais da estruturação química dos alimentos;
    Oferecer instrumentos metodológicos para a elaboração de trabalhos científicos, para a produção e transmissão de conhecimento, tanto pela expressão verbal como escrita.
    2º Período: PROCESSOS BIOLÓGICOS E SOCIAIS

    Reconhecer o funcionamento dos sistemas orgânicos e suas inter-relações com os processos nutricionais;
    Identificar os agravos à saúde e os determinantes biológicos, sociais e comportamentais que interferem no perfil nosológico, alimentar e nutricional de indivíduos e grupos populacionais;
    Promover a integração dos conteúdos disciplinares dos dois primeiros períodos.
    3º Período: PROCESSOS BIOLÓGICOS E ESTUDO DOS ALIMENTOS

    Identificar microorganismos agressores ao ser humano, mecanismos orgânicos de defesa e processos de alteração morfológica;
    Identificar a estrutura, as propriedades físico-químicas e os métodos laboratoriais de análise da composição dos alimentos;
    Estudar as políticas e sistemas de produção e distribuição de alimentos e as estratégias de segurança agro-alimentar;
    Estudar processos e técnicas de expressão oral, e propiciar ao aluno habilidades para apresentar trabalhos acadêmico-científicos em sala de aula; em locais de atividades extra-classe/estágios e eventos científicos.
    4º Período: ESTUDO DOS ALIMENTOS E DA NUTRIÇÃO

    Estudar a transformação biológica, mecanismos de assimilação e o metabolismo dos nutrientes;
    Estudar os mecanismos de assimilação e de bio-transformação dos fármacos e a ação dos alimentos sobre esses mecanismos (interação droga-nutriente);
    Identificar as vias de contaminação e deterioração microbiana dos alimentos, e conhecer os princípios básicos de qualidade e legislação higiênico-sanitária dos alimentos;
    Estudar as técnicas de processamento industrial e os princípios de conservação de alimentos;
    Identificar as técnicas de preparo e as modificações físico-químicas dos alimentos decorrentes de processos culinários;
    Estudar os princípios de planejamento, elaboração e análise de dietas para indivíduos ou coletividades.
    5º Período: ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO

    Planejar, elaborar e adequar dietas para os diferentes estágios etários, fisiológicos e patológicos, para indivíduos e coletividades, dotando o aluno de habilidades e instrumentos para administrar e gerenciar unidades de alimentação e nutrição;
    Estudar as bases fisiopatológicas e dietoterápicas dos diversos processos mórbidos e os métodos especiais de alimentação;
    Estudar o processo de lactação, de crescimento e desenvolvimento pré e pós-natal, e de aleitamento materno e alimentação de transição;
    Instrumentalizar o aluno com métodos e técnicas estatísticas para processar, analisar e interpretar dados, facultando-lhe a capacidade de diagnosticar o padrão de saúde e nutrição no âmbito populacional.
    6º Período: NUTRIÇÃO E SOCIEDADE

    Estudar os processos fisiopatológicos e as diretrizes dietoterápicas para diferentes patologias e estadiamentos clínicos, além de métodos e técnicas de avaliação e diagnóstico do estado nutricional de indivíduos e grupos populacionais;
    Analisar o perfil nutricional da população brasileira, a trajetória das políticas de saúde e de nutrição no Brasil, o modelo e instrumentos de gestão e planejamento do Sistema Único de Saúde – SUS e sua interface com a Política Nacional de Alimentação e Nutrição;
    Avaliar criticamente a formação sócio-cultural da sociedade brasileira e amazônica, as políticas e planos de desenvolvimento regional e seu impacto sobre a economia e qualidade de vida da população local.
    7º Período: ÉTICA E VIVÊNCIA PROFISSIONAL

    Analisar a regulamentação da profissão à luz da legislação vigente e dos princípios fundamentais da ética e respeito ao indivíduo, à coletividade e aos pares;
    Propiciar a vivência da pesquisa e da prática profissional no âmbito das Unidades de Alimentação e Nutrição, Unidades de atendimento Ambulatorial / Hospitalar, organizações comunitárias e Unidades de Análise Química, Bromatológica de Alimentos e de qualquer outra área de atuação.
    8º Período: INTERDISCIPLINARIDADE E VIVÊNCIA PROFISSIONAL

    Propiciar a integração horizontal e vertical do currículo, através da vivência profissional em sala de aula e atividades extra-classe; e finalizar o Trabalho de Conclusão de Curso;
    Propiciar a experiência da prática profissional em clínica ambulatorial e hospitalar, e da atuação junto ao SUS, em Unidades Básicas de Saúde e junto às organizações comunitárias.
  • Conteúdo
    O Projeto Pedagógico foi elaborado com base na Resolução CNE/CES-MEC Nº 05, de 07 de novembro de 2001, que instituiu as Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de Graduação em Nutrição. 
    As disciplinas da estrutura curricular foram reunidas em 05 (cinco) áreas de conhecimento, cada uma agrupando conteúdos específicos, porém relacionados entre si, distribuídos ao longo dos 08 (oito) períodos do curso de forma organizada e sempre buscando manter a inter-relação entre os conteúdos de cada período. As áreas de conhecimento, suas cargas horárias e respectivos objetivos estão relacionados a seguir: 
    Área 1: Conhecimentos Biológicos e Morfo-Fisiológicos (520 h) –  Visa propiciar ao aluno o conhecimento do corpo humano desde as estruturas celulares e tissulares aos órgãos, sistemas e aparelhos, compreendendo os processos morfo-funcionais normais e alterados. Estuda também a morfologia e a ação de microorganismos patogênicos ao organismo humano e seu sistema de defesa específica e inespecífica. 
    Área 2: Ciência dos Alimentos (540 h) – Proporciona ao aluno conhecimento sobre as bases da composição química e parâmetros de qualidade dos alimentos, métodos de processamento e de conservação e as alterações e transformações físico-químicas decorrentes de processamento e armazenamento doméstico e industrial. Estuda as formas e os agentes de contaminação, os processos de deterioração e de controle microbiológico, as bases higiênico-sanitárias e a legislação em vigilância sanitária. 
    Área 3: Nutrição e Sociedade (560h) – Objetiva propiciar ao aluno a compreensão das inter-relações entre o corpo biológico e o corpo social, enfocando a determinação do modelo de desenvolvimento econômico e da organização sócio-cultural do Brasil e da Amazônia sobre a segurança alimentar, os hábitos alimentares e processo saúde-doença. Identifica os principais agravos à saúde e nutrição da população, sua distribuição geográfica, econômica e social e seus fatores determinantes. Analisa as estratégias governamentais para o enfrentamento desses agravos. Destaca a regulamentação da profissão, a fundamentação e a atuação ética e moral do nutricionista frente à sociedade. 
    Área 4: Ciência da Alimentação e Nutrição (1.020 h) – Visa oferecer ao aluno uma perspectiva histórica da ciência da nutrição e a contextualização das áreas de atuação do nutricionista. Propicia o conhecimento das propriedades, funções orgânicas e processos metabólicos dos nutrientes e de suas recomendações para os diferentes ciclos vitais e estados fisiológicos, além de capacitar o aluno a identificar as principais patologias de interesse da nutrição, diagnosticar o estado nutricional e propor dieta adequada para indivíduos e coletividades, orientando a adoção de práticas alimentares saudáveis. 
    Área 5: Instrumentação (200 h) – Subsidia o aluno com habilidades metodológicas e técnicas para elaboração de projetos, leitura, interpretação, elaboração e exposição de trabalhos científicos, bem como para análise e interpretação de dados estatísticos. 
    A estruturação do curso em áreas de conhecimento propõe-se a atender à visão atual da aprendizagem integrada, focalizando inicialmente o aspecto global e suas interações com o ambiente, seguida do detalhamento das partes e suas inter-relações. 
    A composição dos períodos permite observar a inserção das disciplinas de fundamentação básica ocupando os períodos da metade inicial do curso, enquanto as de aspectos específicos ocupam os períodos da segunda metade e, ainda outras disciplinas, de cunho transversal e multidimensional como as de enfoque social e instrumental, que transitam no curso ao longo de todo seu desenvolvimento. 
    Além das 05 (cinco) áreas de conhecimento, são alocadas 750h para Estágios Supervisionados, 60h para Trabalho de Conclusão de Curso e 80h para o desenvolvimento de Atividades Complementares. 
    Os estágios acontecem nos espaços institucionais e, predominantemente, em empresas/instituições credenciadas, sob a supervisão de docentes e orientação do Nutricionista responsável pelo serviço no local. A carga horária destinada a esta atividade atinge o percentual de 20,11% da carga horária total do Curso, atendendo ao disposto no art.7º da Resolução CNE/CES n.5, de 07.11.2001.

    As atividades complementares visam proporcionar o aproveitamento de conhecimentos adquiridos pelo estudante em estudos e práticas independentes presenciais, tais como: eventos científicos e acadêmicos, participação em estágios voluntários institucionais ou externos, vinculados a projetos de pesquisa e/ou extensão, além de estudos complementares e cursos realizados em outras áreas afins.

    Perfil do Formado
     Bacharel, profissional de saúde com formação multidisciplinar, capacitado a atuar, pautado em princípios éticos, em todas as áreas do conhecimento em que a alimentação e nutrição se apresentam fundamentais em prol da qualidade de vida de indivíduos ou grupos populacionais, conforme Art. 5º da Resolução n. 05 do CNE/CES, de 07 de novembro de 2001. Para tanto, o processo de formação deverá levá-lo a desenvolver habilidades e competências que lhe permitam:

    Habilidades:

    Atuar com alto sentido ético e humanístico, contextualizado com as transcendências sociais, políticas, econômicas e ecológicas da alimentação.
    Comprometer-se com o bem-estar alimentar e com a saúde dos seres humanos, conscientes da sua função social para a melhoria do perfil alimentar e nutricional da população.
    Assumir a liderança profissional na promoção da alimentação saudável, na administração de serviços de alimentação, na nutrição clínica, na saúde coletiva e outras áreas afins, imprimindo caráter educativo em todas as suas ações.
    Desenvolver senso crítico e criativo na resolução de problemas, agindo de maneira autônoma e contínua na busca de uma prática profissional pertinente e atualizada numa sociedade em permanente transição.
    Competências:

    Diagnosticar o estado nutricional do indivíduo e da coletividade.
    Planejar, administrar, executar e avaliar programas e serviços de assistência alimentar e nutricional destinados ao indivíduo e instituições públicas e privadas.
    Promover em caráter contínuo a educação alimentar e nutricional para indivíduos, grupos e coletividade.
    Realizar pesquisas nas áreas de alimentação e nutrição.
    Integrar equipes multidisciplinares e intersetoriais nas ações de prevenção, promoção e assistência à saúde.
    Propor ações de intervenção na solução de problemas de natureza alimentar e nutricional e nos mecanismos que influenciam as interfaces do consumo de alimentos pela população em geral.
    Atuar em equipes interdisciplinares nas áreas de tecnologia de alimentos, segurança alimentar e vigilância sanitária.

    Matérias
    Histologia, Citologia e Embriologia
    Anatomia
    Introdução à Economia
    Introdução à Nutrição
    Língua Portuguesa
    Química Geral e Orgânica
    Metodologia Científica
    Disciplinas
    Fisiologia Geral e da Nutrição
    Bioquímica Humana Básica
    Saúde e Sociedade
    Psicologia e Comportamento Alimentar
    Parasitologia
    Epidemiologia Geral
    Seminário I
    Disciplinas
    Microbiologia Básica e Imunologia
    Patologia Geral
    Bioquímica dos Alimentos
    Análise de Alimentos
    Produção de Alimentos e Segurança Alimentar
    Comunicação Social e Nutrição
    Disciplinas
    Nutrição Básica Humana
    Microbiologia de Alimentos
    Higiene e Controle de Qualidade de Alimentos
    Técnica Dietética
    Fundamentos de Tecnologia de Alimentos
    Farmacologia
    Disciplinas
    Dietética
    Bioestatística e Estatística Vital
    Administração de Serviços de Alimentação
    Fisiopatologia da Nutrição e Dietoterapia I
    Educação Alimentar e Nutricional
    Nutrição Materno-Infantil
    Disciplinas
    Fisiopatologia da Nutrição e Dietoterapia II
    Avaliação Nutricional
    Nutrição em Saúde Pública
    Epidemiologia da Nutrição
    Desenvolvimento Social e Cultural da Amazônia
    Nutrição Aplicada ao Exercício Físico
    Disciplinas
    Bioética e Exercício Profissional
    Estágio em Análise em Alimentos
    Estágio em Alimentação Coletiva
    Prática Integrada aos Estágios do 7º período
    Trabalho de Curso I
    Disciplinas
    Estágio em Nutrição Clínica e Hospitalar
    Estágio em Nutrição Social
    Seminário II
    Trabalho de Curso II
    Atividade Complementar
    ATIVIDADE
    Disciplina
    Estágio Supervisionado
    Prática Integrada
    Trabalho de Curso
    Atividade Complementar

Outro curso relacionado com Nutrição

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços.
Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso.
Ver mais  |