Home>Pós-graduação>História>Salvador>Pós - graduação em História e Cultura Afro - Brasileira - Salvador
 

Pós - graduação em História e Cultura Afro - Brasileira

Método: Presencial
Locais Disponíveis:
Loading...

Solicite informação sem compromisso
Fundação Visconde de Cairu

Pós - graduação em História e Cultura Afro - Brasileira - Salvador

Nome
Sobrenome
E-mail
Telefone de Contato
DDD Ex: 14
 
 
 
 
Teléfono Fijo Ej: 24344444
 
 
 
 
Estado
Cidade
CPF
Perguntas
Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a política de privacidade
* Campos obrigatórios

Em breve um responsável da Fundação Visconde de Cairu, entrará em contato contigo para mais informações.
Por favor, preencha todos os campos corretamente
Imagens - Fundação Visconde de Cairu:
Foto Centro Fundação Visconde de Cairu Salvador
Foto Centro Fundação Visconde de Cairu Salvador
AnteriorAnterior
PróximaPróxima
Foto Centro Fundação Visconde de Cairu Brasil
Fundação Visconde de Cairu Salvador Brasil Centro
Foto Fundação Visconde de Cairu Salvador Brasil
Centro Fundação Visconde de Cairu Salvador Brasil
Foto Centro Fundação Visconde de Cairu Salvador
Fundação Visconde de Cairu Bahia Brasil Centro
Pós - graduação em História  e Cultura Afro - Brasileira - Salvador Comentários sobre Pós - graduação em História e Cultura Afro - Brasileira - Salvador
Objetivos:
OBJETIVOS DO CURSO

Neste sentido este curso de Pós-graduação Lato Sensu em História e Cultura Afro-brasileira se propõe a contribuir com a redução das disparidades étnico-raciais da sociedade brasileira formando profissionais multidisciplinares que conheçam as particularidades da composição de sua sociedade e que possam ser animadores de uma nova sociedade, utilizando a educação enquanto um instrumento de mudança.
Dirigido a:
Professores e Bacharéis de História, Antropologia, Letras e Literatura, Geografia, Artes Cênicas, Ciências Sociais, Pedagogos, Turismólogos, Movimentos Sociais, Organizações Não-governamentais e Gestores Públicos.
Conteúdo:
APRESENTAÇÃO  /  JUSTIFICATIVA

A Lei 10.639/2003 constitui um avanço significativo para o entendimento do Estado Brasileiro da necessidade de inserção do ensino da história e cultura afro-brasileiras nas escolas de todo país. É neste marco político que este projeto de pós-graduação se fundamenta, na medida em que sejam necessários profissionais qualificados para atender a esta nova exigência social.

A construção deste projeto de curso se determina, em primeira instância, a coadunar com os horizontes filosóficos desta instituição, preocupando-se em estabelecer uma ação efetiva voltada para os anseios do cidadão, do mundo do trabalho e da sociedade em constante transformação, tendo sua elaboração vinculada às exigências da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.394/96), bem como a Lei 10.639/2003 que inclui no currículo oficial de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-brasileira”.

A necessidade deste curso se fundamenta na dívida social histórica que a sociedade tem em reconhecer e aceitar a história e cultura afro-brasileira. Desde a invenção da escravidão no Brasil, política colonial adotada pela colônia portuguesa, foram criados mecanismos sociais de negação da história e cultura de um conjunto de sociedades complexas originárias do continente africano. A opressão/exploração das sociedades africanas no Brasil não se deu somente no âmbito econômico, muito pelo contrário, houve a necessidade de legitimar a exploração/opressão a partir da inferiorização dos valores culturais daquelas sociedades africanas, construindo no imaginário brasileiro a visão de um povo “bárbaro”, descrente, sem cultura, sem história, de “animais” que poderiam e precisavam ser dominados e subjugados. Foi adotado um padrão cultural-simbólico de apenas uma categoria étnico-racial que compôs a sociedade brasileira, a dominante, o padrão branco-europeu.

São adotados os princípios de respeito às diversas concepções teórico-metodológicas, entendendo, como indispensável para a formação do conhecimento acadêmico a discussão e confrontos de diferentes opiniões. A pesquisa e a extensão compõem um eixo indissociável ao ensino, possibilitam um aprendizado dialético e permitem que o conhecimento não se absolutize. A participação cidadã é outro ponto fundamental para o licenciado deste curso, mais do que profissionais acríticos e inertes, os futuros professores devem estar atentos que são protagonistas de sua própria história.

ESTRUTURA  CURRICULAR

1.    História  da  África  I  (24h)
2.    História  da  África  II  (24h)
3.    África  Contemporânea  (24h)
4.    Etnografia  do  Negro  Brasileiro  (24h)

5.    Brasil  e  África:  Relações  durante  o  Império  Português  (24h)
6.    As  Resistências  Negras  no  Brasil  Colonial  (36h)
7.    Antropologia  da  Cultura  Afro-brasileira  (36h)
8.    História  das  Religiões  de  Matriz  Africana  no  Brasil  (24h)
9.    Patrimônio  Cultural  Afro-brasileiro  (36h)

10.    Literatura  Afro-brasileira  Contemporânea  (24h)
11.    Reminiscências  Quilombolas  no  Brasil  Contemporâneo  (24h)
12.    Movimentos  e  Políticas  Étnico-afirmativas  (24h)
13.    Gestão  Social  e  Elaboração  de  Projetos  Sociais  (24h)
14.    Metodologia  da  Pesquisa  (32h)
15.    Metodologia  do  Ensino  Superior  (60h)


Outro curso relacionado com Pós-graduação de História: