Home>Graduação>Sistemas de Informação>Maceió>Graduação Tecnológica em Análise e Desenvolvimento de Sistemas/Sistemas de Informação - Maceió - Alagoas
 

Graduação Tecnológica em Análise e Desenvolvimento de Sistemas/Sistemas de Informação

Método: Presencial
Locais Disponíveis:
Opiniões:
Opiniões (2)
Loading...

Solicite informação sem compromisso
FAT-AL Faculdade de Tecnologia de Alagoas

Graduação Tecnológica em Análise e Desenvolvimento de Sistemas/Sistemas de Informação - Maceió - Alagoas

Nome
Sobrenome
E-mail
Telefone de Contato
DDD Ex: 14
 
 
 
 
Teléfono Fijo Ej: 24344444
 
 
 
 
Estado
Cidade
CPF
Perguntas
Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a política de privacidade
* Campos obrigatórios

Em breve um responsável da FAT-AL Faculdade de Tecnologia de Alagoas, entrará em contato contigo para mais informações.
Por favor, preencha todos os campos corretamente

Análise da Educaedu

Mônica Almeida
Graduação Tecnológica em Análise e Desenvolvimento de Sistemas/Sistemas de Informação
  • Modalidade

    O curso é oferecido presencialmente.

  • Duração

    A informação poderá ser obtida na própria faculdade.

  • Certificado Oficial

    Será entregue o diploma de Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas/Sistemas de Informação.

  • Considerações

    Os Tecnólogos da FAT-AL possuem a capacitação voltada para a aplicação, criação e divulgação de tecnologias, aprendendo sobre inovação científica e tecnológica.
    Os alunos terão a formação enfocada na administração de processos de produção de bens e serviços.
    Características essenciais para ser bem-sucedido nessa área é acompanhar a mudança de paradigmas e manter-se atualizado sobre as novas tecnologias; o curso procura abordar esses dois aspectos, mantendo o aluno sempre pronto para enfrentar o mercado de trabalho.

  • Preço do Curso

    Consultar.

  • Dirigido a

    Interessados na área.

  • Área de atuação

    É uma área em constante crescimento. Esse profissional tem sua empregabilidade garantida pois, atualmente, existem mais procura pelas empresas que profissionais qualificados.

  • Salário estimado

    O saldo base mensal deste profissional pode ser de R$ 2.000.

Gostaria de saber mais sobre esse curso?

Graduação Tecnológica em Análise e Desenvolvimento de Sistemas/Sistemas de Informação - Maceió - Alagoas Comentários sobre Graduação Tecnológica em Análise e Desenvolvimento de Sistemas/Sistemas de Informação - Maceió - Alagoas
Conteúdo:
Objetivos Específicos
 
I - Proporcionar aos profissionais da área, conhecimentos e formação integral com base nas tendências da competitividade contemporânea, tornando-os capazes para intervir no desenvolvimento sócio-econômico da região. O Tecnólogo em Sistemas de Informação tem sólidos conhecimentos teóricos que são fundamentais para absorção de novas tecnologias e mudanças de paradigmas. Além disso, é capaz de utilizar metodologias para especificação e desenvolvimento de Sistemas de Informação, em conjunto com conhecimentos gerais de gestão empresarial, permitindo qualificação específicas nas seguintes atividades:
· Implementar a automatização de sistemas de informação nas organizações;
· Desenvolver projetos de sistemas de informação com aplicação de ferramentas automatizadas, linguagens de programação, de banco de dados e metodologias de engenharia de software.
· Gerenciar projetos de informática para prover melhorias no acesso à informação nas organizações empresariais;
· Planejar, analisar, projetar e manter Sistemas de Informações;
· Desenvolver e administrar sistemas Cliente/Servidor, incluindo para ambientes Web.
 
II – Postos de Trabalho - Formar profissionais capazes para atuarem como:
· Analista de Sistemas e de Suporte, voltados aos Sistemas de Informações Empresariais;
· Desenvolvedor de Sistemas Cliente/Servidor, incluindo o desenvolvimento para ambientes Web;
· Administrador de Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados;



Perfil do Egresso

O Tecnólogo em Sistemas de Informação atua, principalmente, na área do desenvolvimento de sistemas de informação das organizações em geral. A computação para esse profissional é, essencialmente, atividade-meio, atuando como profissional de suporte de sistemas e redes, responsável pelo desenvolvimento de aplicações e de sistemas de banco de dados. O profissional pode atuar como consultor independente ou pode fazer parte de equipes técnicas em empresas de pequeno, médio e grande porte.
 
Assim, o Tecnólogo em Sistemas de Informação deve ser dotado de conhecimentos técnicos e habilidades intelectuais de foco práticos e objetivos, que lhe permitam absorver rapidamente novas tecnologias próprias da rapidez de inovação da área de informática.
 
Tal formação técnica deve ser complementada por conhecimentos que capacitem o profissional a perceber as implicações sociais do uso da tecnologia que sua atividade profissional desenvolve e manipula, orientando-a para o bem-estar da sociedade.
 
O aluno do Curso de Tecnólogo em Sistemas de Informação seguirá um programa de formação baseada em conhecimentos científicos, humanísticos e mercadológicos que possibilitarão desenvolver suas competências para habilitá-lo a atuar num mercado de trabalho exigente e mutante.
 
Das capacidades a serem evidenciadas durante a formação dos futuros tecnólogos em Sistemas de Informação, o conteúdo ético e social será merecedor de ênfase especial pois, busca-se atender à premissa básica do ensino superior, que é contribuir para o desenvolvimento da sociedade em geral e das pessoas em particular.
 
Desenvolverá ainda, durante o curso, algumas habilidades de significativa importância visto que facilitarão o desempenho das atividades profissionais. Assim, destaca-se dentre elas o raciocínio lógico e a capacidade de abstração, uma vez que o exercício da profissão é baseado na capacidade de conceber, projetar e programar soluções envolvendo sistemas computacionais.
 
A criatividade é outro fator de destaque, que será permanentemente estimulado durante o desenvolvimento do curso pois constitui-se em fator diferencial para contornar de forma eficiente as restrições lógicas, que dificultam o desenvolvimento de soluções computacionais cada vez mais eficientes.
 
O Tecnólogo em Sistemas de Informação desenvolverá ao longo do curso algumas habilidades e competências para o exercício de suas atividades. São elas:
 
· Absorver valores de responsabilidade social, justiça e ética profissional;
· Adquirir visão global que o habilite a compreender o meio social, político, econômico e cultural onde está inserido e suas relações com o desenvolvimento de soluções informatizadas;
· Atuar de forma interdisciplinar e trabalhar em equipe;
· Implementar Sistemas de Informação nas organizações;
· Desenvolver projetos de sistemas de informação com aplicação de ferramentas automatizadas, linguagens de programação, de banco de dados e metodologias de engenharia de software.
· Gerenciar projetos de informática para prover melhorias no acesso à informação nas organizações empresariais;
· Planejar, analisar, projetar e manter Sistemas de Informações;
· Desenvolver e administrar sistemas Cliente/Servidor, incluindo para ambientes Web;
· Administrar Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados;
· Desenvolver e administrar sistemas de Comércio Eletrônico.

O Curso possui três módulos (agrupamento de disciplinas), onde um deles dará competências exclusivas ao egresso (ao concluir todas as disciplinas do módulo introdutório), na forma de Certificação Profissional, conforme descrito a seguir:
 
Módulo II - Programador de Sistemas
O programador de sistemas será um profissional capaz de construir, depurar, testar e documentar programas nos diversos paradigmas de programação; deter conhecimento de princípios, técnicas e regras de programação orientadas a objetos; construir aplicações dinâmicas para ambientes Web. Este módulo exige como pré-requisito o módulo introdutório, para efeito de certificação profissional.

 

Projetos Interdisciplinares


Diretrizes para os Projetos Interdisciplinares

Os projetos interdisciplinares têm o objetivo de integrar os conteúdos trabalhados no semestre ao mesmo tempo em que concentra esforços na elaboração de uma atividade única com uma proposta focada em uma problemática de mercado.

Disciplinas envolvidas
 
A cada semestre os professores e a coordenação se reúnem para discutir como e quais as disciplinas estarão envolvidas nos projetos de acordo com o período do curso. A cada período ( do segundo ao quinto) serão descritos projetos interdisciplinares que serão apresentados pelos professores das disciplinas envolvidas.

Avaliação

Os trabalhos tem valor de pontuação de trabalho ( 0 à 5) de acordo com a especificação de cada professor que poderá considerar a nota individual ou em grupo. Embora o projeto seja único cada professor irá especificar o que será avaliado em relação a disciplina por ele lecionada.
Os alunos que participarem do projeto em toda a sua extensão, ou seja, estiverem cursando todas as disciplinas envolvidas no projeto e obtiverem nota máxima nas avaliações referentes a cada disciplina (os critérios serão especificados pelos professores de cada disciplina) , poderão ser liberados da avaliação escrita mediante uma apresentação formal para a banca composta de todos os professores envolvidos no projeto. Como resultado desta apresentação o aluno deverá obter uma nota individual, variável entre 0 e 5, que irá complementar sua nota bimestral, a ser acordada por todos os professores da banca .

Cabe a banca fazer questionamentos sobre a elaboração e implementação do trabalho, caracterizando uma avaliação de conhecimentos. Estes alunos ficam então dispensados da avaliação escrita. E

A apresentação para a banca deverá acontecer antes das datas de reavaliação, visto que o aluno tem o direito de repor a nota (0 à 5) referente a prova escrita – neste caso a nota da banca.


Casos Especiais
 
Os alunos que não estejam matriculados em todas as disciplinas envolvidas no projeto podem participar parcialmente nos grupos, porém não poderão ser dispensados da avaliação escrita, visto que o objetivo da apresentação é validar o trabalho como um todo.

As atividades Integradoras são desenvolvidas nos trabalhos interdisciplinares ao final de cada semestre sendo apresentados em auditório. Os seminários tem o objetivo de apresentar os  trabalhos práticos desenvolvidos por alunos. O evento é aberto para todos e acontece na semana anterior as provas finais. Os critérios de avaliação definidos pelo Regimento da FAT, contribuem significativamente para as práticas interdisciplinares, visto que o peso atribuído aos trabalhos é bastante significativo, ao mesmo tempo que estimula a participação dos alunos nos projetos.

Para o aluno existe a vantagem de juntar esforços na construção de um trabalho único que possa atender a mais de uma disciplina, caso contrário a carga de trabalhos ao final do semestre tende a reduzir a qualidade final e não proporciona uma visão da integração dos conteúdos acadêmicos.
Por período já é uma prática as seguintes atividades interdisciplinares, as quais denominamos de Projetos de Final de Semestre:


1ºPeríodo
· Metodologia Científica e Introdução a Computação, ao final do semestre os alunos entregam e apresentam trabalhos de assuntos relacionados a Introdução à Computação, porém o documento envolve os métodos científicos de escrita, assim como a apresentação dos seminários, que seguem critérios especificados nas aulas de metodologia. O rigor nas apresentações trabalha a postura do aluno como profissional , pois avaliam critérios de apresentação pessoal e comportamental, além de dicção e domínio de conteúdo. A parte escrita desenvolve nos alunos a capacidade de utilizar a Internet e a biblioteca para elaboração de abordagens próprias ao mesmo tempo em que esclarece questões sobre propriedade intelectual, os alunos aprendem a construir um relatório ou pesquisa bibliográfica, com devidas referencias aos autores. O desafio está em fazer o aluno, recém chegado ao universo acadêmico, compreender a importância do desenvolvimento de um trabalho científico, tendo em vista que este conteúdo será resgatado com os trabalhos de conclusão de curso; ao mesmo tempo em que faz o aluno mergulhar em assuntos inerentes a Sistemas de Informação que até então não tinham conhecimento, ou tinham visão superficial, tais como: Definição e abrangência de sistemas de Informação, Diferenças entre cursos superiores na área de informática no Brasil, comércio eletrônico, Legislação de Informática no Brasil e em Alagoas, Entidades Relacionadas a computação no Brasil e em Alagoas, além de assuntos como comércio eletrônico, sistemas especialistas, software livre, CRM, BSC, etc.

· Matemática e Algoritmos. Está é uma relação fundamental para os ingressos no curso, o caráter tecnológico do curso atrai profissionais que muitas vezes já estão dentro do mercado mas procuram se aperfeiçoar com conceitos práticos, ou mesmo assumir um papel mais ativo na equipe de desenvolvimento de software. Estes profissionais, muitas vezes já concluíram o ensino médio a algum tempo e sentem dificuldade em compreender princípios matemáticos tão essenciais para a construção de algoritmos.Conseguimos manter uma integração entre os planos de ensino de ambas as matérias de forma a sincronizar alguns conteúdos relevantes da definição matemática a prática algorítmica, tais como: funções, porcentagens, matrizes e lógica boolena. Ainda não foi possível desenvolver um trabalho avaliativo que envolve as duas disciplinas, pois existe uma dificuldade muito grande na compreensão de ambos os princípios. A carga horária da disciplina de algoritmos não tem viabilizado um trabalho que respalde o semestre seguinte, discussões sobre este tópico têm sido freqüentes entre o grupo de professores, algumas metodologias foram utilizadas mas é consenso entre o grupo a necessidade da reestruturação curricular, que será proposta a seguir.


2ºPeríodo
· Estrutura de Dados  e Programação Estruturada. Programação estruturada tem atuado como suporte para a disciplina de Estrutura de Dados, um dos maiores desafios da estrutura curricular. Em 2004 iniciamos um trabalho de sincronização dos conceitos ministrados em sala entre as disciplinas, e em 2005 iniciamos uma etapa seguinte que abrange a unificação da avaliação prática do segundo bimestre. Como o trabalho aqui é de fundamentação teórica, não reflete idealmente apresentações em forma de seminários, somente a avaliação das práticas de programação dentro do contexto da estrutura de dados.

· Estatística  e Programação Estruturada.  Como parte da segunda avaliação de estatística o professor da disciplina solicita a implementação de aplicativos para aplicação de fórmulas estatísticas, os alunos implementam em Pascal e apresentam. O professor tem utilizado os programas para auxiliar na disciplina de estatística ministrada a outros cursos da FAT.


3ºPeríodo
· Modelagem de Dados, Programação Visual e Programação Orientada a Objetos. No terceiro semestre os alunos desenvolvem várias práticas de programação, implementando em Delphi e Java. A integração das três disciplinas visa oferecer condições para que o aluno comece a desenvolver as primeiras noções de projeto de sistemas. Como projeto de final de semestre apresentam em forma de seminários uma aplicação baseada em uma necessidade real, geralmente ligada a suas vivencias no trabalho. O trabalho é composto de um modelo de banco de dados relacional, modelagem UML de classes de um aplicativo parcialmente desenvolvido em Delphi, o trabalho tem sido feito em grupo de quatro alunos, e o resultado é apresentado em Seminário. Algumas idéias apresentadas nesta etapa são retomadas adiante por alguns alunos e o resultado reflete em alguns TCCs que surgiram já nesta faze do curso.


4ºPeríodo
· Especificação de Sistemas, Fundamentos de Bancos de Dados e Programação WEB. Segue o mesmo padrão interdisciplinar do terceiro período, aqui as idéias são refinadas em procedimentos de especificação de sistemas, com a utilização de refermentas de modelagem a programação WEB é implementada em PHP, e os alunos aprendem a criar e manipular estruturas SQL, em Oracle e MySQL.


5ºPeríodo
· No quinto período ainda estamos reajustando a interdisciplinaridade entre as disciplinas de Gerencia de Sistemas de Informação e Engenharia de Software, focando a gesto de projetos e qualidade de software interligando os conceitos de gestão e níveis de maturidade de software.


6ª Período
No sexto semestre o desafio dos alunos está na elaboração do TCC onde são desenvolvidos os projeto de software, utilizando ferramentas de engenharia de software. Durante o semestre cada aluno de TCC tem o compromisso em ministrar três seminários com objetivo de apresentar: O projeto, a fundamentação teórica e o estudo de caso de seu TCC. Estes seminários acontecem no início, meio e fim de semestre, sendo a última apresentação uma prévia da defesa do TCC. A todos os alunos é dado o desafio de desenvolver parte de sua proposta, podendo ser desenvolvido todo o software a critério do aluno e disponibilidade de tempo. Os três momentos são compartilhados pelos demais alunos do curso, pois são disponibilizados em eventos aos sábados, com objetivo de divulgar os trabalhos, estimular os alunos de períodos anteriores e mostrar a aplicação de conhecimentos abordados durante todo o curso.

Opiniões (2)

Professores:
Atendimento ao aluno:
Programa de Ensino:
Material:
  • Um ótimo curso para quem gosta de desenvolvimento de softwares.. O curso mostra mais a prática de desenvolvimento do que apenas teorias, o que deixa o curso ainda mais interativo. Também é possível ver empreendedorismo e outras matérias que estão mais ligadas ao mundo de quem deseja ser um bom profissional da área.

    Professores
    Atendimento ao aluno
    Programa de Ensino
    Material
    Instalações

    Professores

    80% dos professores se dedicam em estar presente na sala de aula e tirar dúvidas dos alunos.

    Atendimento ao aluno

    Secretaria sempre nos atendeu muito bem.

    Programa de Ensino

    Bem amplo para quem quer desenvolver sistemas ou deseja se tornar um bom analista.

    Material

    No portal existem muitos materiais disponíveis para os alunos. Os professores colocam para nos incentivar.

    Instalações

    Por Moaldenir Junior sobre Graduação Tecnológica em Análise e Desenvolvimento de Sistemas/Sistemas de Informação - Junho 2011
  • Importância e Oportunidade de emprego

    O curso é de extrema importância, trabalho com T.I., onde em todos os lugares terá algo relacionado a T.I., por esse motivos surgirá várias oportunidades de emprego!

    Professores
    Atendimento ao aluno
    Programa de Ensino
    Material
    Instalações

    Professores

    Atendimento ao aluno

    Programa de Ensino

    Material

    Instalações

    Por Everton Rodrigues sobre Graduação Tecnológica em Análise e Desenvolvimento de Sistemas/Sistemas de Informação - Outubro 2011

Gostaria de saber mais sobre esse curso?

Últimas visitas ao cursoSolicitar informação à Instituição

Outro curso relacionado com Graduação de Sistemas de Informação: