Home>Graduação>Enfermagem>Maceió>Graduação em Enfermagem - Maceió - Alagoas
 

Graduação em Enfermagem

Método: Presencial
Locais Disponíveis:
Opiniões:
Opiniões (2)
Loading...

Solicite informação sem compromisso
FITS - Faculdade Integrada Tiradentes

Graduação em Enfermagem - Maceió - Alagoas

Nome
Sobrenome
E-mail
Telefone de Contato
DDD Ex: 14
 
 
 
 
Teléfono Fijo Ej: 24344444
 
 
 
 
Estado
Cidade
CPF
Perguntas
Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a política de privacidade
* Campos obrigatórios

Em breve um responsável da FITS - Faculdade Integrada Tiradentes, entrará em contato contigo para mais informações.
Por favor, preencha todos os campos corretamente

Análise da Educaedu

Pablo Nieves
Graduação em Enfermagem
  • Modalidade

    O curso é presencial.

  • Duração

    O curso possui uma carga horária de 3.440 horas.

  • Certificado Oficial

    Bacharel em Enfermagem

  • Considerações

    A Faculdade Integrada Tiradentes oferece ensino de qualidade e forma profissionais capacitados ao mercado de trabalho há 48 anos. A FITS é conceituada como a maior universidade do Nordeste.
    Em seu curso de Graduação em Enfermagem, a Faculdade Integrada Tiradentes visa formar profissionais com uma visão crítica e reflexiva e com alta capacidade de poder decisório. Através de um ensino técnico-científico, o curso capacita os participantes para atuarem no auxílio ao tratamento de pacientes com qualquer tipo de enfermidade, bem como na prevenção da saúde.

  • Dirigido a

    O curso é dirigido aos alunos com ensino médio completo, com interesse nessa área de atuação.

  • Área de atuação

    O profissional pode atuar como enfermeiro em hospitais, consultórios, clínicas de reabilitação, atendimento particular, etc.

Gostaria de saber mais sobre esse curso?

Graduação em Enfermagem - Maceió - Alagoas Comentários sobre Graduação em Enfermagem - Maceió - Alagoas
Objetivos:
Propiciar ao profissional Bacharel em Enfermagem uma formação generalista humana, crítica e reflexiva com base em referenciais técnico científicos, sócio-políticos e culturais, com competência e habilidade para intervir, decidir sobre os problemas/situações de saúde e interagir com compromisso profissional no âmbito da pesquisa, pautado no rigor científico, intelectual e ético, considerando ainda o senso de responsabilidade social, o compromisso com a cidadania e a promoção da saúde integral dos indivíduos, famílias.
Diploma:
Bacharel em Enfermagem
Conteúdo:
Específicos

- Construir um ambiente que promova a formação de profissionais de enfermagem comprometidos com o cuidado humanizado e solução de problemas de saúde, reconhecendo sua importância no contexto das políticas sociais, identificando os perfis epidemiológicos das populações e atuando nos programas de assistência integral à saúde da mulher, da criança, do adolescente, do adulto e do idoso;

- Instrumentalizar o discente para organizar, coordenar e participar de equipes multiprofissionais no âmbito de sua formação, gerenciando e executando ações que visem o bem-estar da comunidade com base no compromisso, responsabilidade e empatia tanto no campo dos recursos físicos e materiais como de informações;

- Levar o aluno a refletir e evoluir sua criticidade consolidando o pensamento científico no campo da enfermagem, estabelecendo relações com a ciência, tecnologia e sociedade no âmbito da contemporaneidade;

- Contribuir para a formação de profissionais que possam compor estruturas consultivas e deliberativas do sistema de saúde podendo assessorar órgãos, empresas e instituições privadas ligadas a projetos de saúde;

- Formar promotores de saúde que considerem a importância do autocuidado, buscando seu bem-estar como enfermeiro e cidadão para que possam contribuir na redução dos estressores associados a pratica profissional da enfermagem.

Perfil do Profissional
       

     

Perfil Profissiográfico

O egresso do Curso de Graduação em Enfermagem da Faculdade Integrada Tiradentes – FITs terá formação generalista, humanista, crítica e reflexiva. Profissional qualificado para o exercício de Enfermagem, com base no rigor científico e intelectual e pautado em princípios éticos. Capaz de conhecer e intervir sobre os problemas/situações de saúde-doença mais prevalentes no perfil epidemiológico nacional, com ênfase na sua região de atuação, identificando as dimensões bio-psico-sociais dos seus determinantes. Capacitado a atuar, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania, como promotor da saúde integral do ser humano.

O curso busca uma formação centrada no desenvolvimento integral do aluno como cidadão, objetivando a adequação dos conteúdos programáticos visando alcançar o perfil de homem-profissional-cidadão comprometido profissionalmente com participação na construção de um padrão de assistência de qualidade desejável à população, capaz de intervir no processo de saúde-doença, garantindo a integralidade da assistência quer individual ou coletiva nos diferentes níveis de atenção.

Com a formação profissional o enfermeiro obtém a participação como membro atuante da equipe de enfermagem e de saúde, desempenhando ações na equipe multidisciplinar e interdisciplinar, promovendo medidas assistenciais, educativas e gerenciais de acordo com as necessidades adequadas ao ser humano sob a sua responsabilidade. O enfermeiro posiciona-se responsavelmente pela assistência de enfermagem enquanto coordenação técnica, administrativa e científica da equipe de enfermagem, atuam na prestação da assistência de enfermagem, quer planejando, desempenhando ou avaliando as atividades de rotina ou de alta complexidade que exigem o trabalho direto como profissional enfermeiro, como preconiza a Lei do Exercício Profissional da Enfermagem.

Desta forma caracteriza-se os traços de perfil do aluno para obter a capacidade de coordenação das atividades próprias de sua formação profissional e desenvolver a habilidade para o cuidar das pessoas com necessidades humanas básicas comprometidas, valorizando o relacionamento humano e investindo cada vez mais na qualidade de vida da população.

O Projeto Pedagógico do curso de Enfermagem propõe a formação de competências e habilidades que vão subsidiar as ações assistenciais, através das práticas investigativas, educativas, gerenciais e de iniciação científica com a elaboração do Trabalho de Conclusão do Curso.

As Competências Gerais e Habilidades Terminais estão centradas na:

- Atenção à Saúde: os profissionais de saúde, dentro de seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e contínua com as demais instâncias do sistema de saúde, sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo;

- Tomada de Decisões: o trabalho dos profissionais de saúde deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;

- Comunicação: os profissionais de saúde devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. A comunicação envolve comunicação verbal, não-verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação;

- Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais de saúde deverão estar aptos a assumir posições de liderança, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;

- Administração e Gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativa, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a ser empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde;

- Educação Permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, proporcionando condições para que haja beneficio mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

 Competências e Habilidades Específicas:

O Enfermeiro deve possuir, também, competências técnico-científicas, ético-políticas, sócio-educativas contextualizadas que permitam:

- atuar profissionalmente, compreendendo a natureza humana em suas dimensões, em suas expressões e fases evolutivas;

- incorporar a ciência/arte do cuidar como instrumento de interpretação profissional;

- estabelecer novas relações com o contexto social, reconhecendo a estrutura e as formas de organização social, suas transformações e expressões;

- desenvolver formação técnico-científica que confira qualidade ao exercício profissional;

- compreender a política de saúde no contexto das políticas sociais, reconhecendo os perfis epidemiológicos das populações;

- reconhecer a saúde como direito e condições dignas de vida e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema;

- atuar nos programas de assistência integral à saúde da criança, do adolescente, da mulher, do adulto e do idoso;

- ser capaz de diagnosticar e solucionar problemas de saúde, de comunicar-se, de tomar decisões, de intervir no processo de trabalho, de trabalhar em equipe e de enfrentar situações em constante mudança;

- reconhecer as relações de trabalho e sua influência na saúde;

- atuar como sujeito no processo de formação de recursos humanos;

- responder às especificidades regionais de saúde através de intervenções planejadas estrategicamente, em níveis de promoção, prevenção e reabilitação à saúde, dando atenção integral à saúde dos indivíduos, das famílias e das comunidades;

- considerar a relação custo-benifício nas decisões dos procedimentos na saúde;

- reconhecer-se como coordenador do trabalho da equipe de enfermagem;

- assumir o compromisso ético, humanístico e social com o trabalho multiprofissional em saúde.

- promover estilos de vida saudáveis, conciliando as necessidades tanto dos seus clientes/pacientes quanto às de sua comunidade, atuando como agente de transformação social;

- usar adequadamente novas tecnologias, tanto de informação e comunicação, quanto de ponta para o cuidar de enfermagem;

- atuar nos diferentes cenários da prática profissional, considerando os pressupostos dos modelos clínico e epidemiológico;

- identificar as necessidades individuais e coletivas de saúde da população, seus condicionantes e determinantes;

- intervir no processo de saúde-doença, responsabilizando-se pela qualidade da assistência/cuidado de enfermagem em seus diferentes níveis de atenção à saúde, com ações de promoção, prevenção, proteção e reabilitação à saúde, na perspectiva da integralidade da assistência;

- coordenar o processo de cuidar em enfermagem considerando contextos e demandas de saúde;

- prestar cuidados de enfermagem compatíveis com as diferentes necessidades apresentadas pelo indivíduo, pela família e pelos diferentes grupos da comunidade;

- compatibilizar as características profissionais dos agentes da equipe de enfermagem às diferentes demandas dos usuários;

- integrar as ações de enfermagem às ações multiprofissionais;

- gerenciar o processo de trabalho em enfermagem com princípios de Ética e de Bioética, com resolubilidade tanto em nível individual como coletivo em todos os âmbitos de atuação profissional;

- planejar, implementar e participar dos programas de formação e qualificação contínua dos trabalhadores de enfermagem e de saúde;

- planejar e implementar programas de educação e promoção à saúde, considerando a especificidade dos diferentes grupos sociais e dos distintos processos de vida, saúde, trabalho e adoecimento;

- desenvolver, participar e aplicar pesquisas e/ou outras formas de produção de conhecimento que objetivem a qualificação da prática profissional;

- respeitar os princípios éticos, legais e humanísticos da profissão;

- interferir na dinâmica de trabalho institucional, reconhecendo-se como agente desse processo;

- utilizar os instrumentos que garantam a qualidade do cuidado de enfermagem e da assistência à saúde;

- participar da composição das estruturas consultivas e deliberativas do sistema de saúde;

- assessorar órgãos, empresas e instituições em projetos de saúde;

- cuidar da própria saúde física e mental e buscar seu bem-estar como cidadão e como enfermeiro;

- reconhecer o papel social do enfermeiro para atuar em atividades de política e planejamento em saúde.

A formação do Enfermeiro deve atender as necessidades sociais da saúde, com ênfase no Sistema Único de Saúde (SUS), e assegurar a integralidade da atenção e a qualidade e humanização do atendimento.

O curso enfatiza o reconhecimento da importância do papel do Enfermeiro diante do contexto sócio-político-cultural do país como agente de mudança para o estabelecimento das ações de enfermagem dentro do processo de assistência à saúde concernente às políticas de saúde que visam à adequação da formação qualitativa e quantitativa de recursos humanos.

O aluno é preparado para ter a capacidade de atuar com compromisso profissional assegurando ao indivíduo sob sua responsabilidade o cuidado visando à promoção, proteção, manutenção e recuperação da saúde.

Assim o PPC de Enfermagem busca uma formação centrada no desenvolvimento integral do aluno como cidadão, através da adequação dos conteúdos programáticos, a fim de formar o perfil do enfermeiro comprometido profissionalmente com participação na construção de um padrão de assistência de qualidade desejável à população, capaz de intervir no processo de saúde-doença, garantindo a integralidade da assistência quer individual ou coletiva nos diferentes níveis de atenção.

    

Titulação
Bacharel em Enfermagem

Duração do curso
4 anos

Turno
Matutino-Vespertino e Vespertino-Noturno

Número de vagas:
100 (50 por turno)

Mensalidade:
R$ 510,00

Opiniões (2)

Professores:
Atendimento ao aluno:
Programa de Ensino:
Material:
  • Achei interessante.

    A graduação em Enfermagem da Faculdade Integrada Tiradentes é simplesmente maravilhosa e tem excelentes professores.

    Professores
    Atendimento ao aluno
    Programa de Ensino
    Material
    Instalações

    Professores

    Atendimento ao aluno

    Programa de Ensino

    Material

    Instalações

    Por Fabiana Nascimento sobre Graduação em Enfermagem - Fevereiro 2012
  • Muito boa Instituição.

    A FITS possui uma ótima estrutura e um corpo docente excelente.

    Professores
    Atendimento ao aluno
    Programa de Ensino
    Material
    Instalações

    Professores

    Atendimento ao aluno

    Programa de Ensino

    Material

    Instalações

    Por Hallyson André Nascimento De Góes sobre Graduação em Enfermagem - Março 2012

Gostaria de saber mais sobre esse curso?

Últimas visitas ao cursoSolicitar informação à Instituição

Outro curso relacionado com Graduação de Enfermagem: