Home>Graduação>Engenharia>Espírito Santo do Pinhal>Graduação em Engenharia de Produção - Espírito Santo do Pinhal - São Paulo
 

Graduação em Engenharia de Produção

Loading...

Solicite informação sem compromisso
UniPinhal - Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal

Graduação em Engenharia de Produção - Espírito Santo do Pinhal - São Paulo

Nome
Sobrenome
E-mail
Telefone de Contato
DDD Ex: 14
 
 
 
 
Teléfono Fijo Ej: 24344444
 
 
 
 
Estado
Cidade
CPF
Perguntas
Para enviar a solicitaçao, você deve aceitar a política de privacidade
* Campos obrigatórios

Em breve um responsável da UniPinhal - Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal, entrará em contato contigo para mais informações.
Por favor, preencha todos os campos corretamente
Imagens - UniPinhal - Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal:
UniPinhal - Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal São Paulo Brasil
UniPinhal - Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal São Paulo Brasil
AnteriorAnterior
PróximaPróxima
Foto Centro UniPinhal - Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal Espírito Santo do Pinhal
UniPinhal - Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal São Paulo Brasil
Foto UniPinhal - Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal São Paulo Brasil
Centro UniPinhal - Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal São Paulo Brasil

Análise da Educaedu

Pablo Nieves
Graduação em Engenharia de Produção
  • Modalidade

    As aulas exigem corpo presencial na instituição.

  • Duração

    São 5 anos de curso.

  • Certificado Oficial

    Diploma emitido pela instituição.

  • Considerações

    Com a internacionalização e globalização da economia, com graus crescentes de competitividade a produtividade e a qualidade, que historicamente foram elementos fundamentais de interesse e estudo da Engenharia de Produção, tornaram-se agora uma necessidade competitiva de interesse global não apenas de organizações, mas também de inúmeras nações.

    O desenvolvimento dos grandes blocos econômicos mundiais (Comunidade Econômica Européia, Nafta, Mercosul, etc.) e conceitos como Manufatura de Classe Mundial ("World Class Manufacturing"), e Gestão da Qualidade Total (“Total Quality Management”), que se transformaram em jargões comuns ao setor industrial, levam à clara compreensão por parte dos empresários e profissionais do setor de que a sobrevivência e sucesso das empresas brasileiras passa pelo estudo e prática dos grandes temas ligados ao processo produtivo, objeto da Engenharia de Produção.

    Um outro fator é possibilitado pelos avanços tecnológicos, os quais, paradoxalmente, em vez de acentuarem as tendências para a superespecialização, estão revertendo este quadro no sentido de permitirem níveis adequados de integração de sistemas, exigindo profissionais com ampla habilitação nas técnicas e princípios da Engenharia de Produção.

    Esse contexto tem alterado significativamente o conteúdo e as habilidades esperadas da mão de obra em termos mundiais e essas mudanças tem se refletido fortemente na realidade e perspectivas profissionais do Engenheiro de Produção.

    Destaca-se também o convênio “Academic Alliance” celebrado entre a UNIPINHAL e a Microsoft, o qual permite que os alunos deste curso tenham acesso gratuito a um grande número de produtos da Microsoft. De forma semelhante, também merece destaque o convênio celebrado entre a Unipinhal e a IBM, o qual disponibiliza a alunos e professores deste curso vários aplicativos desta empresa (sem custo algum) além possibilidade de uso de computadores (mainframes) da própria IBM.

  • Dirigido a

    Interessados na área de Engenharia de Produção.

  • Área de atuação

    O egresso pode trabalhar em lugares como Samarco, Gerdau e Toyota.

  • Salário estimado

    A faixa salarial inicial é de 3 mil reais

Gostaria de saber mais sobre esse curso?

Graduação em Engenharia de Produção - Espírito Santo do Pinhal - São Paulo Comentários sobre Graduação em Engenharia de Produção - Espírito Santo do Pinhal - São Paulo
Objetivos:
Sólida formação científica, tecnológica e profissional que capacite o engenheiro de produção a identificar, formular e solucionar problemas ligados às atividades de projeto, operação e gerenciamento do trabalho e de sistemas de produção de bens e/ou serviços, considerando seus aspectos humanos, econômicos, sociais e ambientais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.
Conteúdo:
Período: Noturno
Nº de Vagas: 80 vagas

Número máximo de alunos por turma
- Aulas teóricas: 80 alunos
- Aulas práticas: 40 alunos

“Compete à Engenharia de Produção o projeto, a modelagem, a implantação, a operação, a manutenção e a melhoria de sistemas produtivos integrados de bens e serviços, envolvendo homens, recursos financeiros e materiais, tecnologia, informação e energia. Compete ainda especificar, prever e avaliar os resultados obtidos destes sistemas para a sociedade e o meio ambiente, recorrendo a conhecimentos especializados da matemática, física, ciências humanas e sociais, conjuntamente com os princípios e métodos de análise e projeto da engenharia.”
(elaborado a partir de definições do International Institute of Industrial Engineering - IIIE – e Associação Brasileira de Engenharia de Produção - ABEPRO)

Produzir é mais que simplesmente utilizar conhecimento científico e tecnológico. É necessário integrar fatores de natureza diversas, atentando para critérios de qualidade, produtividade, custos, responsabilidade social, etc. A Engenharia de Produção, ao voltar a sua ênfase para características de produtos (bens e/ou serviços) e de sistemas produtivos, vincula-se fortemente com as idéias de projetar e viabilizar produtos e sistemas produtivos, planejar a produção, produzir e distribuir produtos que a sociedade valoriza. Essas atividades, tratadas em profundidade e de forma integrada pela Engenharia de Produção, são fundamentais para a elevação da qualidade de vida e da competitividade do país.

A Necessidade da Engenharia de Produção no Brasil

O cenário vigente de atuação das organizações caracteriza-se pelo processo de internacionalização e globalização da economia, com graus crescentes de competitividade. Assim, a Produtividade e a Qualidade, que historicamente sempre foram elementos fundamentais de interesse e estudo da Engenharia de Produção, tornaram-se agora uma necessidade competitiva de interesse global não apenas de organizações, mas também de inúmeras nações. A formação dos grandes blocos econômicos mundiais (Comunidade Econômica Européia, Nafta, Mercosul, etc.) e conceitos como Manufatura de Classe Mundial ("World Class Manufacturing"), e Gestão da Qualidade Total (“Total Quality Management”), que se transformaram em jargões comuns ao setor industrial, levam à clara compreensão por parte dos empresários e profissionais do setor de que a sobrevivência e sucesso das empresas brasileiras passa pelo estudo e prática dos grandes temas ligados ao processo produtivo, objeto da Engenharia de Produção. Fator adicional é possibilitado pelos avanços tecnológicos, os quais, paradoxalmente, em vez de acentuarem as tendências para a superespecialização, estão revertendo este quadro no sentido de permitirem níveis adequados de integração de sistemas, exigindo profissionais com ampla habilitação nas técnicas e princípios da Engenharia de Produção. Esse contexto tem alterado significativamente o conteúdo e as habilidades esperadas da mão de obra em termos mundiais e essas mudanças tem se refletido fortemente na realidade e perspectivas profissionais do Engenheiro de Produção.

Competências do Engenheiro de Produção

Espera-se que o Engenheiro de Produção, ao final do curso, tenha competência para:

    * dimensionar e integrar recursos físicos, humanos e financeiros a fim de produzir, com eficiência e ao menor custo, considerando a possibilidade de melhorias contínuas;
    * utilizar ferramental matemático e estatístico para modelar sistemas de produção e auxiliar na tomada de decisões;
    * projetar, implementar e aperfeiçoar sistemas, produtos e processos, levando em consideração os limites e as características das comunidades envolvidas;
    * prever e analisar demandas, selecionar conhecimento científico e tecnológico, projetando produtos ou melhorando suas características e funcionalidade;
    * incorporar conceitos e técnicas da qualidade em todo o sistema produtivo, tanto nos seus aspectos tecnológicos quanto organizacionais, aprimorando produtos e processos, e produzindo normas e procedimentos de controle e auditoria;
    * prever a evolução dos cenários produtivos, percebendo a interação entre as organizações e os seus impactos sobre a competitividade;
    * acompanhar os avanços tecnológicos, organizando-os e colocando-os a serviço da demanda das empresas e da sociedade;
    * compreender a inter-relação dos sistemas de produção com o meio ambiente, tanto no que se refere a utilização de recursos escassos quanto à disposição final de resíduos e rejeitos, atentando para a exigência de sustentabilidade;
    * utilizar indicadores de desempenho, sistemas de custeio, bem como avaliar a viabilidade econômica e financeira de projetos;
    * gerenciar e otimizar o fluxo de informação nas empresas utilizando tecnologias adequadas.

Habilidades do profissional egresso

    * ?Iniciativa empreendedora;
    * iniciativa para auto-aprendizado e educação continuada;
    * comunicação oral e escrita;
    * leitura, interpretação e expressão por meios gráficos;
    * visão crítica de ordens de grandeza;
    * domínio de técnicas computacionais;
    * conhecimento, em nível técnico, de língua estrangeira;
    * conhecimento da legislação pertinente;
    * capacidade de trabalhar em equipes multidisciplinares;
    * capacidade de identificar, modelar e resolver problemas.
    * compreensão dos problemas administrativos, sócio-econômicos e do meio ambiente;
    * “Pensar globalmente, agir localmente”;

(fonte: Associação Brasileira de Engenharia de Produção)
Infra-Estrutura do Curso

Para formar o Engenheiro de Produção, a UNIPINHAL conta com uma excelente infra-estrutura física que dispõe, entre vários ambientes, de:

    * Salas de aula amplas e confortáveis;
    * Laboratórios de informática, com equipamentos de última geração, todos interligados em rede e conectados à Internet;
    * Laboratório de Mecatrônica, dotado de máquinas e dispositivos de controle de última geração para o desenvolvimento de atividades de controle e automação de processos;
    * Laboratório de Eletrônica e Sistemas Digitais, dotado de equipamentos de ponta para o desenvolvimento de atividades de “hardware”;
    * Laboratório de Física e Eletricidade, dotado de equipamentos para a investigação de diversos fenômenos de natureza física.
    * Empresa-Júnior, cujo objetivo é servir de “vitrine” para apresentar o potencial de nossos alunos ao mercado e, também, para que os alunos possam vivenciar o cotidiano de uma empresa;
    * Uma ampla, confortável e bem estruturada Biblioteca, onde os alunos podem encontrar as mais diversas referências bibliográficas para o desenvolvimento de seu curso (inclusive com acesso à Internet) além de um ambiente plenamente favorável ao estudo no interior da própria biblioteca.

Convênios

Para consolidar a integração do aluno com o ambiente empresarial a UNIPINHAL possui convênios com várias empresas privadas, órgãos públicos e instituições como o CIEE – Centro de Integração Empresa Escola – onde, através do “Estágio Supervisionado”, o aluno do Curso de Engenharia Mecatrônica pode vivenciar o cotidiano de uma empresa e apresentar ao mercado todo o seu potencial como profissional na área de controle e automação.
Destaca-se também o convênio “Academic Alliance” celebrado entre a UNIPINHAL e a Microsoft, o qual permite que os alunos deste curso tenham acesso gratuito a um grande número de produtos da Microsoft. De forma semelhante, também merece destaque o convênio celebrado entre a UNIPINHAL e a IBM, o qual disponibiliza a alunos e professores deste curso vários aplicativos desta empresa (sem custo algum) além possibilidade de uso de computadores (mainframes) da própria IBM

Outro curso relacionado com Graduação de Engenharia: