Home > Mestrado > Gerontologia > Asa Norte > Mestrado em Gerontologia - Asa Norte - Brasília Distrito Federal

Mestrado em Gerontologia

Solicite informação sem compromisso Universidade Católica de Brasília

Para enviar a solicitaçao você deve aceitar a Política de Privacidade

Análise do Educedu

Mônica Almeida

Mônica Almeida

Mestrado em Gerontologia

  • Modalidade
    O Mestrado em Gerontologia é aplicado à distância, na Universidade Católica de Brasilia.
  • Certificado Oficial
    Todos os alunos receberão um Certificado de Conclusão ao final do curso.
  • Considerações
    O Mestrado em Gerontologia da Universidade Católica de Brasilia, qualifica o profissional a produzir e executar conhecimentos na área de Gerontologia visando beneficiar as pessoas da Terceira Idade.
  • Dirigido a
    Pessoas com curso de nível superior interessados na área.
  • Área de atuação
    O mercado de trabalho para este profissional é bastante amplo pois, falta profissional especializado. Este segmento é diferenciado, inovador e totalmente necessário para atender a demanda de pessoas da terceira idade.
Quer saber mais sobre este curso?
Solicitar informações

Comentários sobre Mestrado em Gerontologia - Presencial - Asa Norte - Brasília Distrito Federal

  • Objectivos
    O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Gerontologia - Nível Mestrado tem por objetivos:

    GERAL

    Oferecer formação acadêmica interdisciplinar, capacitando profissionais a produzir e utilizar conhecimentos na área de Gerontologia, com vistas à melhoria da qualidade de vida da população na Terceira Idade.

    ESPECÍFICO

    Qualificar docentes competentes para atender a demanda do ensino superior em Gerontologia, nas áreas de Educação, Ciências Sociais e Saúde;

    Formar pesquisadores capazes de criar, adaptar ou modificar de forma dinâmica, a teoria e a construção constante de novos saberes em Gerontologia;

    Habilitar profissionais multiversos na prática complexa da interação com idosos e no entendimento amplo e interdisciplinar do fenômeno da velhice e do processo de envelhecimento.
  • Conteúdo
    Histórico

    A criação do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Gerontologia justifica-se por dados concretos, dentre os quais o envelhecimento da população humana no século XX, quer em termos mundiais quer no âmbito da sociedade brasileira, e a falta de profissionais especialmente habilitados para atuação junto ao segmento idoso.
     
    A velhice, devido à complexidade de temas a ela relacionados, propõe o desenvolvimento de um novo saber que leve em conta uma perspectiva interdisciplinar. Entendemos que o único modo de implementar o desenvolvimento do campo no âmbito da pós-graduação é permitindo que pesquisadores comprometidos com a produção científica sobre envelhecimento em suas respectivas áreas se integrem, trabalhem juntos e assim, possam gerar seus próprios modelos de investigação.
     
    O Mestrado em Gerontologia é o único em sua área em toda a região Centro-Oeste, diferenciado e com enfoque inovador. Compreende a área de concentração LONGEVIDADE E QUALIDADE DE VIDA, conectando ações e conhecimentos relacionados às dimensões bio-psico-sócio-culturais do envelhecimento e do idoso.

    O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Gerontologia - Nível Mestrado, instituído em 2003, submeteu-se a avaliação da CAPES e a proposta foi aprovada em 2007 com CONCEITO 4.
    Parceiros da UCB


    Área de Concentração

    A área de concentração do Mestrado em Gerontologia é LONGEVIDADE E QUALIDADE DE VIDA


    Linhas de Pesquisa

    LINHAS DE PESQUISA DO MESTRADO EM GERONTOLOGIA

    1. Aspectos físicos e biológicos relacionados ao envelhecimento.
    2. Aspectos psico-sócio-culturais do envelhecimento.
     
     
    LINHAS DE PESQUISA POR PROFESSOR

    Prof. Dr. Adriano Bueno Tavares

    1. Fisiopatologia das alterações e doenças associadas ao envelhecimento: incontinência urinária, diabete mellitus, climatério e hipotireoidismo, dentre outras.
     
    Profª. Drª. Altair Macedo Lahud Loureiro

    2. Escola, imaginário e velhice: olhares entrecruzados e a intergeracionalidade.
    2. As representações imagético-simbólicas de velhos: nos asilos, família, hospital, UNATI, grupos teatrais e de convivência, entre outros possíveis.
     
    Prof. Dr. Armando José China Bezerra

    1/2. A velhice e a arte.
    1. Anatomia do idoso.
    1. Exercício físico na prevenção e minimização de doenças prevalentes no idoso.
    1/2. A velhice na história da medicia.
    2. Educação médica em geriatria.
     
    Profª. Drª. Carmen Jansen de Cárdenas

    2. O corpo no envelhecer: o olhar do sujeito pelo olho da câmara; o sujeito de si-mesmo no tempo e no espaço.
    2. O autoconceito e a auto-estima em idoso.
    2. Aspecto bio-psico-sócio-cultural dos centenários brasileiros.
    2. Os indígenas brasileiros: aspectos psicológicos.
     
    Prof. Dr. Gustavo de Azevedo Carvalho

    1. Avaliação funcional de idosos.
    1. Alterações posturais em idosos.
     
    Prof. Dr. José Luiz Telles de Almeida
     
    Profª. Drª. Lucy Gomes Vianna

    1. Diagnóstico e tratamento das doenças prevalentes na Terceira Idade.
    1/2. Aspectos bio-psico-sócio-culturais dos centenários brasileiros.
    2. Atitude diante da morte em idosos.
    1/2. O envelhecimento de indígenas brasileiros: aspectos biológicos e psicológicos.
    1. Exercício físico na prevenção e minimização das doenças prevalentes nos idosos.
     
    Prof. Dr. Luiz Antônio Soares Romeiro

    1. Desenvolvimento de Estratégias Terapêuticas no Idoso.
     
    Prof. Dr. Luís Otávio Teles Assumpção

    2. Ciências Sociais, educação física e saúde na Terceira Idade (abordagem qualitativa)
    2. Idoso Cinema e Cultura.
    2. Memória Cultural do idoso.
     
     
    Profª. Drª. Margô Gomes de Oliveira Karnikowski

    1. Assistência farmacêutica e promoção da saúde do idoso.
    1. Saúde física dos idosos e correlação com aspectos genéticos, imunológicos e nutricionais.
     
    Profª. Drª. Maria Liz Cunha de Oliveira

    1. Epidemiologia do envelhecimento no Brasil.
    2. Representações Sociais do idoso.
    1/2. A enfermagem e o idoso.
    1/2. Bioética e envelhecimento.
     
    Prof. Dr. Otávio de Toledo Nóbrega

    1. Assistência farmacêutica e promoção da saúde de idosos.
    1. Saúde física dos idosos e correlação com aspectos genéticos, imunológicos e nutricionais.
    1. Avaliação dos parâmetros genéticos e metabólicos associados ao envelhecimento.
     
    Prof. Dr. Vicente de Paula Faleiros

    2. Violência em idosos: a questão, o papel da intergeracionalidade e a vitimização.
    2. A reforma do estado e as agências reguladoras.
    2. A velhice e a arte.
    2. Políticas públicas e a pessoa idosa.
     
    Prof. Dr. Vicente Paulo Alves

    1. Espiritualidade e envelhecimento.
    2. As religiões e o sentido da vida em idosos.
    2. Atitude diante da morte em idosos.
    1/2 Envelhecimento de indígenas brasileiros: aspectos biológicos e psicológicos

     

    Estrutura Curricular

    MATRIZ CURRICULAR

    CRÉDITOS OBRIGATÓRIOS - 12
    CRÉDITOS OPTATIVOS - 12
    ELABORAÇÃO DA DISSERTAÇÃO - 6
     
    DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

    • Qualidade de Vida e Envelhecimento: Aspectos Biofisiológicos
    • Qualidade de Vida e Envelhecimento: Aspectos Psico-sócio-culturais
    • Pesquisa em Gerontologia I
    • Pesquisa em Gerontologia II
    • Produção Científica em Gerontologia
    • Dissertação 1
    • Dissertação 2
    • Dissertação 3

    DISCIPLINAS OPTATIVAS

    • Anatomia e Semiologia da Pessoa Idosa
    • Atividade Física e Doenças Crônico-Degenerativas
    • Avaliação Física e Funcional do Idoso
    • Bioestatística
    • Cidadania e Políticas para o Idoso
    • Doenças Prevalentes no idoso: Diagnóstico e Tratamento
    • Estágio Docente em Gerontologia
    • Ética, Bioética e Religiosidade no Envelhecimento
    • Estratégias de Gestão, Serviços e Cuidados com o Idoso
    • Farmacologia e Metabolismo no Idoso
    • Processos de Cuidar do Idoso
    • Psicologia do Envelhecimento
    • Reabilitação Física no Idoso
    • Representações e Imagem na Velhice
    • Seminários em Gerontologia
    • Teorias Sociais da Velhice e do Envelhecimento
    • Tópicos Avançados em Envelhecimento I
    • Tópicos Avançados em Envelhecimento II

Opiniões (2)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Professores (3)
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Atendimento ao aluno (3)
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Programa de ensino (3)
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Material (3)
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Instalações (3)

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Professores
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Atendimento ao aluno
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Programa de ensino
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Material
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Instalações

Ainda estou estudando.......

Francisco Das Chagas Araújo Filho

Mestrado em Gerontologia - Diciembre 2011

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Professores
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Atendimento ao aluno
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Programa de ensino
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Material
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Instalações

É um curso que vai me servir para toda a vida.

Etelvina Medeiros

Mestrado em Gerontologia - Noviembre 2011

Quer saber mais sobre este curso?
Solicitar informações

Últimas visitas ao curso

Solicitar informação à Instituição

"Sou funcionária pública, atuando na área de psicologia hospitalar, e gostaria de saber um pouco mais acerca do Mestrado em Gerontologia: conteúdo programático,créditos, valor da mensalidade, etc. Tudo isso com intuito de esclarecer se me é possível cursar um mestrado fora do brasil (Espanha ) e fazer a validação do diploma internacional com vocês, que possuem o mesmo curso "

Alana para Mestrado em Gerontologia

Paraíba

"Eu entro em contato com vocês referente ao Mestrado em Gerontologia, como demorei um pouco para voltar a estudar. Agora estou buscando a convalidação do diploma e gostaria de saber qual procedimento. "

Lidiane para Mestrado em Gerontologia

Mato Grosso do Sul

Outro curso relacionado com Gerontologia

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços.
Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso.
Ver mais  |