Informação

Pontuação global

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Professores
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Atendimento ao aluno
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Programa de ensino
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Material
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Instalações
34 Opiniões
Origem

A Fundação Educacional Serra dos Órgãos surgiu em 20 de janeiro de 1966 por iniciativa de setores e instituições da sociedade teresopolitana, dentre os quais se destacam Loja Maçônica, Lions Clube, Rotary Clube, Associação Comercial, Industrial e Agrícola, Academia Teresopolitana de Letras, Prefeitura, Sociedade de Ciências Médicas, Clube de Diretores Lojistas, Casa de Portugal, Beneficência Portuguesa, Câmara Municipal, Teresópolis Jornal, Rádio Teresópolis, Sindicato dos Empregados da Construção Civil e Sindicato dos Empregados no Comércio.

Com a preocupação inicial de fortalecer o sistema educacional de Teresópolis do ensino Básico ao Superior, a Instituição foi organizada naquele ano como Fundação de Direito Privado sem fins lucrativos pelo Decreto Municipal n.º 2/66, passando a ser reconhecida como de Utilidade Pública Municipal três anos depois, pelo Decreto nº 98/69.

A atuação da FESO começa com a criação da Faculdade de Medicina de Teresópolis, autorizada em 1970 e reconhecida em 1975, no contexto da expansão das escolas médicas no Brasil, em principalmente na região Sudeste. Começa aí também, além da atividade acadêmica, o compromisso da Instituição com a comunidade através do Hospital Municipal da Prefeitura de Teresópolis que, em função de um convênio firmado com o governo municipal em 1972, foi transformado em Hospital das Clínicas de Teresópolis. O crescimento das diversas clínicas, em função das necessidades de formação profissional dos alunos, provocou a expansão do Hospital que, desde então e até hoje, cada vez mais, é o principal centro de atenção à saúde de Teresópolis e referência para os municípios vizinhos.

Expansão

Cinco anos após a criação do curso de Medicina, a FESO começou a delinear sua identidade regional. Sensível às necessidades da comunidade de Teresópolis e dos municípios circunvizinhos na área do Ensino Superior, a atenção da Instituição se deslocou para as Ciências Sociais. Esse novo enfoque, mais regional, foi iniciado com a criação das faculdades de Administração e de Ciências Contábeis, autorizadas em 1975 e reconhecidas em 1979.

O aprofundamento da interação da FESO com a comunidade prosseguiu ainda na área da saúde. Em 1983 foi criada a primeira Unidade Básica de Saúde, com o objetivo de desenvolver ações de promoção, prevenção e recuperação em cuidados primários da saúde, bem como servir de campo prático para alunos do Curso de Medicina e, posteriormente, dos Cursos de Enfermagem, Odontologia e Fisioterapia.

Ainda em 1983, fiel à filosofia institucional de atendimento às demandas comunitárias e à sua vocação original, a FESO criou o Centro Educacional Serra dos Órgãos, que se tornou referência na área do Ensino Básico no município.

Motivada pela expansão do Hospital, que demandava formação de mão-de-obra específica para a área da Saúde, a FESO criou a Faculdade de Enfermagem em 1985.

A partir de 1994 a FESO investiu na elaboração de seu projeto de Faculdades Unificadas, criando uma estrutura planificada e adequada ao seu desenvolvimento. Foi um período difícil, caracterizado por um processo de mudanças em seu sistema de gestão e no estabelecimento de metas de longo prazo que norteariam o seu crescimento.

Para crescer em direção a um modelo universitário de organização, surgiu também um Núcleo de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, atualmente uma pró-reitoria, com funções bem definidas: (1) promover notadamente cursos de especialização e aperfeiçoamento para as comunidades interna e externa; (2) iniciar uma política de pesquisa; (3) viabilizar a atividade de extensão.
 
Ingressando na área de tecnologia, a FESO criou em 1994 o curso de Tecnologia em Processamento de Dados, atualmente Ciência da Computação.

Ampliando a atuação na área das Ciências Humanas e Sociais, e reafirmando seu propósito de inserção no Ensino Básico, a FESO cria, em 1998, o curso de Pedagogia, que forma profissionais para a atuação em várias áreas dos ensinos Fundamental e Médio, como o magistério, coordenação, orientação pedagógica e direção.

E em 1996 a FESO começa uma nova iniciativa, pioneira na região e de grande relevância sócio-cultural: a Universidade da Terceira Idade – UNIVERTI.

Uma trajetória dinâmica

Em 1997 a Fundação Theodor Heuberger – Pro Arte, um dos mais relevantes patrimônios culturais de Teresópolis, foi encampada e transformada em unidade de extensão. O atual Centro Cultural FESO/Pro Arte dá continuidade à tradição daquela casa de promover eventos e estimular o desenvolvimento das artes e da cultura em Teresópolis. Nas instalações desse campus também funciona o curso de Pedagogia do UNIFESO.

Ainda em 1997 adquiriu-se a Fazenda Quinta do Paraíso, com cerca de 1 milhão de metros quadrados, garantindo espaço para a construção de um novo campus, onde atualmente encontram-se instalados os cursos de Medicina Veterinária e Fisioterapia.

Em 1999, criaram-se os Centros de Ciências Biomédicas (CCBM) — atualmente Centro de Ciências da Saúde (CCS) — e de Ciências Humanas e Sociais (CCHS), visando à reunião dos cursos de graduação em áreas afins. No mesmo período, agregaram-se aos seus respectivos centros os novos cursos de Odontologia e de Direito, bem como o de Medicina Veterinária no ano seguinte.

O ano de 2006 foi marcado por um momento de grande relevo: na comemoração dos 40 anos da FESO as Faculdades Unificadas Serra dos Órgãos foram credenciadas como Centro Universitário Serra dos Órgãos – UNIFESO, através da Portaria 1.698, de 13 de outubro de 2006, publicada no DOU Seção I, de 16 de outubro de 2006. Tal fato alinhou o UNIFESO com as demais instituições universitárias que, conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, se caracterizam pela excelência do ensino oferecido, pela qualificação de seu corpo docente e pelas condições de trabalho oferecidas à comunidade acadêmica. Também nesse ano o curso de Ciência da Computação foi deslocado do CCHS para o novo Centro de Ciências e Tecnologia.

A construção de prédios, laboratórios, bibliotecas e a aquisição de equipamentos garante, ao lado de um quadro de professores e pessoal técnico-administrativo em permanente qualificação, não apenas uma infra-estrutura de qualidade mas também um processo de ensino-aprendizagem altamente dinâmico e participativo, o que consolida a posição do UNIFESO como uma das mais importantes instituições educacionais do Estado do Rio de Janeiro.

Opiniões

Anônimo
A Graduação em Ciências Biológicas do Unifeso foi boa demais.

Graduação em Ciências Biológicas

Hemylly Coelho
O curso de Ciências da Computação da Unifeso é ótimo.

Graduação em Ciências da Computação

Tatiana Ferreira
O curso de Graduação em Enfermagem estimula o aluno a realizar pesquisas científicas, o corpo de docente é altamente qualificado e preocupado em sanar as dúvidas dos alunos.

Graduação em Enfermagem

Henrique Borges
A graduação em Administração do Centro Universitário Serra dos Órgãos foi um ótimo curso. Indico para todos os conhecidos.

Graduação em Administração

Elisa Santos
Com excelente corpo docente e infraestrutura, a Unifeso, apresenta material didático com linguagem simples e direta. O programa do curso de Direito é voltado para a atualização e especialização de profissionais que almejem entrar no mercado de trabalho e atuar com competência e ética. O bom atendimento ao aluno se torna parte primordial dessa engrenagem.

Graduação em Direito

Cursos da instituição

Página 1 de 2

Página 1 de 2

Utilizamos cookies para melhorar nossos serviços. Se continuar navegando, consideramos que aceita o seu uso. Ver mais  |   X